icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Veja as imagens do coronavírus ''matando'' uma célula humana

POR Bruno Dias EM Curiosidades 30/03/20 às 18h03

capa do post Veja as imagens do coronavírus

pandemia do coronavírus está deixando todas as pessoas bastante assustadas e surpresas. O COVID-19 surgiu em Wuhan, na China. E  por causa de sua intensidade e capacidade de matar as pessoas, o mundo todo está passando por uma situação bastante delicada e está em estado de alerta. Governos do mundo todo tomaram medidas, para proteger seus cidadãos e evitar um contágio ainda maior.

Os coronavírus são uma família grande de vírus, mas só era sabido que seis deles afetavam os humanos. Com esse novo vírus, agora são sete. Geralmente, as infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves até moderadas. Ou seja, é semelhante a um resfriado comum.

Mas alguns coronavírus podem causar doenças graves. Um desses causa a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) que, em 2002, matou 774 pessoas, na China. O novo vírus é chamado de COVID-19.

E com a urgência de tentar conter o mais rápido possível a pandemia, laboratórios do mundo inteiro estão se mobilizando, em busca de uma vacina eficaz contra a Covid-19. E tentar entender um pouco mais sobre esse vírus.

Imagens, feitas com um microscópio eletrônico, foram disponibilizadas pelo Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos (NIAID). Elas mostram o momento em que o vírus ataca as células humanas. As imagens foram coloridas depois, digitalmente, para ajudar no entendimento.

Segundo o NIAID, essas imagens foram feitas através do material, coletado de um paciente americano, bem no momento em que as células entraram em apoptose. Basicamente, é o processo que também é conhecido como morte celular.

Imagens

Nas fotos, os vírus SARS-CoV-2 são representados pelos pontinhos e é possível vê-los em cima das células humanas, que são as estruturas maiores na imagem.

Quando colocados em comparação, é possível ver que o vírus é minúsculo em relação às células do nosso corpo. Isso acontece porque eles são organismos de estruturas simples. O coronavírus é uma única cadeia de RNA, que é coberta por uma bicamada lipídica de proteína.

Mesmo que sejam menores do que nossas células, eles podem causar um dano real, em quem quer que seja infectado. Na contaminação, o coronavírus usa sua proteína spike, para fazer uma ligação com a membrana celular do hospedeiro. Quando o vírus consegue entrar na célula é ele que passa a comandar a célula. E com isso, ele a obriga a replicar o seu material genético milhares de vezes.

Esse processo vai acontecendo, até que uma célula fique sobrecarregada e morra. E quando isso acontece, uma inundação de material genético do vírus, é jogado no organismo. E isso leva à contaminação de novas células. A parte que se vê nas imagens é exatamente essa.

O coronavírus tem uma afinidade muito alta com as células receptoras humanas e também com as receptoras de gatos, furões e outras espécies. O que mostra que a transmissão do vírus é bastante eficiente.

A origem desse vírus ainda não foi encontrada pelos cientistas. Mas eles trabalham com duas possibilidades Ou ele pode ter se desenvolvido a partir de hospedeiros humanos. Ou então, em outras espécies como o morcego e o pangolim.


Próxima Matéria
Via   Galileu  
Imagens Galileu
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest