icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Zigmund Adamski: abdução alienígena ou crime brutal?

POR Erik Ely EM Mistérios & Horror 17/12/19 às 13h32

capa do post Zigmund Adamski: abdução alienígena ou crime brutal?

Mesmo anos depois, um caso da década de 1980 ainda consegue provocar intrigas. Isso, pelas circunstâncias em que um mineiro polonês foi encontrado morto. Esse homem era Zigmund Adamski, que morreu com 56 anos de idade. Mas afinal, seria esse um caso de abdução alienígena ou um crime brutal?

Mesmo quase 40 anos depois de sua morte, o incidente continua sem explicação. O que ainda levanta muitas brechas, para diversas teorias da conspiração. E claro, teorias sobre o contato com alienígenas.

O mineiro polonês que foi abduzido

No dia 6 de junho de 1980, Zigmund Adamski saiu de casa, por volta de 15h45. Era mais um dia comum, seu plano era comprar batatas e voltar. No entanto, o que aconteceu com ele, nunca chegou a ser descoberto. E somente com seu desaparecimento, as buscas se iniciaram e seu corpo foi encontrado 5 dias depois. E sem explicação, o mineiro polonês foi encontrado no topo de uma mina de carvão, a mais ou menos 40 quilômetros de sua casa.

Nessa época, não havia como Zigmund ter ido sozinho, até o local que foi encontrado. Por se tratar de um lugar isolado e de difícil acesso, só seria possível chegar de camionete ou com algum outro veículo mais resistente. Mas até pelas condições do homem, não seria possível chegar até o local a pé. Isso porque, pouco tempo antes, Zigmund já estava no processo de tentar se aposentar, mas ainda não tinha tido sucesso. Além disso, ironicamente, ou não, ele trabalhava em um mina de carvão, antes de chegar a morrer.

Ao encontrar o corpo, a polícia constatou que o homem estava morto de bruços, porém, seu terno estava intacto. Contudo, seu relógio, carteira e camisa haviam sumido. E o mais estranho, seus sapatos estavam amarrados, com uma força muito maior do que o de costume. Fazendo com que os pés da vítima ficassem roxos, de tão apertados que estavam os cadarços.

Depois disso, um exame mais detalhado foi feito. De acordo com o resultado, seu corpo estava limpo de marcas de carvão. No entanto, apresentava leves marcas de queimadura no pescoço e ombro, detalhes que chamaram a atenção por conterem uma substância gelatinosa e de cor verde amarelada. Ao mesmo tempo, nenhum de seus órgãos apresentava qualquer sinal de lesão ou situação traumática. Além disso, pelos, barba, cabelo e unhas não haviam crescido. Bem como a comida em seu estômago, que não havia sido digerida, mesmo que cinco dias tivessem se passado. Era como se esse tempo não tivesse passado no corpo da vítima.

Morto por humanos ou alienígenas?

Sem uma resposta, o laudo médico atestou o óbito, como parada cardíaca por insuficiência pulmonar. No entanto, o resultado não convincente abriu espaço para diversas teorias da conspiração. Por mais que assassinato e sequestros fossem uma possibilidade, Zigmund não possuía inimigos, nem grandes riquezas. Além disso, o estado do corpo não se encaixa na história.

Zigmund havia nascido em Todmorden, cidade próxima à West Yorkshire. A região é conhecida pelo alto número de relatos de pessoas que afirmam ter tido contatos e experiências com extraterrestres. Para alguns estudiosos da Ufologia, o caso foi um Contato de Sexto Grau. E de acordo com a Escala de Hynek, é um acontecimento do tipo, de quando existe um incidente com um OVNI, que provoca ferimentos ou morte imediata no ser humano. De todo modo, quase 40 anos depois, a morte permanece um dos maiores mistérios dos anos 1980.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest