Esse é o "novo" sistema solar - Fatos Desconhecidos

Esse é o “novo” sistema solar

Ciência e Tecnologia | 14 de março de 2017 por Julia Marreto

No dia 22 de fevereiro deste ano, a revista Nature publicou uma descoberta feita pelo Telescópio Spitze, da NASA (National Aeronautics and Space Administration), de um novo Sistema Solar. Ele possui sete planetas parecidos com a Terra.

Os cientistas encontraram pelo menos três planetas do tamanho da Terra, que foram classificados como rochosos, sendo possivelmente passíveis de habitação – ou seja, pode existir circunstâncias favoráveis à vida humana nesses planetas, com presença de água e atmosfera adequada.

Esses planetas giram em torno de uma estrela, a Trappist-1, que é semelhante ao sol que está presente na constelação de Aquário. A imagem publicada no instagram da Nasa apresenta a possível superfície de um dos planetas descobertos, o Trappist-1f.

Depois da divulgação dessa descoberta, a Nasa começou a revelar as primeiras imagens desse sistema. As imagens capturadas pelo telescópio Kepler, são luzes dos novos planetas. O ponto mais claro da imagem abaixo é a estrela anã-vermelha Trappist-1, e ao seu redor os planetas que a orbitam.

A maneira que se tem certeza sobre essa imagem ser verdadeira é que há uma mudança no brilho da imagem, sempre que um planeta passa na frente da estrela, fazendo com que a luz seja bloqueada. Então, usando algorítimos sofisticados, os pequenos desvios desses planetas são calculados, mostrando oscilações.

A imagem acima é fruto de uma observação que durou 74 dias, desde o dia 14 de dezembro até 4 de março, sendo constituída por fotos tiradas pelo telescópio, a cada minuto, durante uma hora. Apesar de parecer grande, essa imagem só possui 11 pixels, ou 44 arcossegundos quadrados no céu. Para se ter uma ideia de quão pequena é, segure um grão de areia, levante o braço e aponte para o céu.

A partir das imagens capturadas, a Nasa criou ilustrações, veja algumas:

Esse sistema está a cerca de 40 anos-luz da Terra – ou seja, as imagens capturadas são de 40 anos atrás. E as pesquisas continuam. O que acharam da matéria pessoal? Encontraram algum erro? Ficaram com dúvidas? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários