Pai posta foto de sua filha morta por um motivo realmente chocante - Fatos Desconhecidos

Pai posta foto de sua filha morta por um motivo realmente chocante

Entretenimento | Terror & Sobrenatural | 20 de abril de 2017 por Mateus Graff

Vocês já imaginaram por que diabos um pai postaria a foto de sua filha morta? Bom, o motivo pela qual o pai de Julia Derbyshire fez isso. Para entendermos melhor, vamos contar um pouco da história dela. Julia foi para os EUA quando ainda tinha 4 anos de idade, e no início da sua adolescência, ela foi vítima de bullying na internet. Depois de passar por maus bocados, sei pai decidiu que a família deveria voltar a morar no Reino Unido, pensando que o problema de sua filha iria acabar.

Mas o que ele não sabia era que a sua filha estava presa em um pesadelo, marcas do bullying que ela tinha sofrido nos EUA e pelo fato de que ela estava sendo assediada na internet. Julia era uma menina infeliz, e com o tempo, sua vida realmente ficou deprimente. Escondido da família e usando nomes falsos, ela visitava frequentemente sites dedicados a suicídio e automutilação.

Foi aí que um infeliz dia, seu pai chegou em casa e se deparou com uma das cenas mais lamentáveis da sua vida. Julia estava pendurada com uma corda no pescoço. Ela já estava inconsciente, e seu pai, Adrian, a colocou no chão e começou a fazer reanimação cardiorrespiratória. Infelizmente ele chegou um pouco tarde, e Julia não reagia a reanimação.

Tentando fazer de tudo para salvar a filha, Adrian mandou Julia para um tratamento intensivo, onde ficou por cinco dias respirando com a ajuda de aparelhos. Dias depois os médicos declararam que não havia muitas esperanças e Adrina teria que tomar uma decisão difícil. Ele até sabia que seria a escolha mais difícil da sua vida, até porque, se tratava da vida da sua filha. Então, sabendo que tinha que ser feito, Adrian deu permissão para desligar os aparelhos de Julia. Adrian tirou a última foto da sua filha antes dela morrer, com apenas 16 anos de idade.

Adrian disse que as fotos que ele tirou nos últimos minutos de vida de Julia ficaram “esquecidas em seu celular por muito tempo, pois ele não queria olhar para aquelas imagens terríveis. Porém, dois anos depois da morte de sua filha, Adrian resolveu postar as fotos. “Divulgar estas fotos é uma das coisas mais difíceis que tive que fazer em minha vida. Vê-las trouxe de volta emoções daquela época e me deixou fisicamente doente” afirmou Adrian.

Depois de ter superado a morte de Julia, a intenção de Adrian era conscientizar as pessoas dos efeitos que o bullying pode trazer para a vida de outras. Ele fundou a SASSY, uma campanha contra o bullying na internet, que espera ajudar outros pais que se encontram em situações semelhantes.

Após divulgar as fotos, ele recebeu milhares de mensagens encorajadoras, e declarou o seguinte: “O retorno tem sido emocionante. Eu recebi mensagens de família que perderam adolescentes e crianças e eles me agradeceram por compartilhar as fotos”.

O bullying é algo sério e precisa ter uma atenção especial, principalmente nas escolas. Nós estamos cansados de ver exemplos de tragédias que aconteceram por causa do bullying, como a dos colegas Eric Harris e Dylan Klebold no dia 20 de abril de 1999, quando os dois entraram na escola em que estudavam (e sofriam bullying), mataram 14 pessoas, deixaram 23 feridas e depois cometeram suicídio. Então, caros amigos, a Fatos Desconhecido espera que histórias assim possam abrir os olhos de vocês, porque bullying é um assunto seríssimo.

Vocês já sofreram bullying ou conhecem alguém que já sofreu? Não esqueça de deixar seu comentário!

Fonte(s) Daily Mail
Imagens Independent
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários