• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

10 fatos chocantes sobre a lobotomia

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      07/11/18 às 13h19

Você já ouviu falar de lobotomia? Esse é um termo usado para classificar uma operação que pode ser um tanto destrutiva. Recentemente, muitas pessoas conheceram isso através da série original Netflix, Sense8, mas ainda não sabem muito do que se trata. Também conhecida como leucotomia, a lobotomia é uma operação neurocirúrgica e envolve cortar as conexões no lobo pré-frontal do cérebro. Essa prática de manipulação do cérebro começou em 1880 e era usada por médicos para tentar acalmar os pacientes. Gottlieb Burkhardt, médico suíço, removeu partes do córtex do cérebro de alguns pacientes com alucinações auditivas e outros sintomas de esquizofrenia.

Ao perceber que isso estava deixando-os mais calmos, continuou-se com a prática. No entanto, isso causou a morte de um paciente e levou outro ao suicídio. Esse é considerado um os procedimentos mais desumanos que já utilizaram em pessoas com problemas mentais. As lobotomias foram realizadas por mais pelo menos duas décadas para "tratar" a esquizofrenia, depressão e transtorno bipolar. Isso acontecia porque não existia uma forma de tratar doenças mentais, então buscavam a intervenção nas mesmas.

Pensando um pouco sobre isso, resolvemos trazer essa matéria. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou para você, caro leitor, alguns fatos chocantes sobre a lobotomia. Se você souber algum outro que não listamos aqui, manda pra gente nos comentários ao embaixo. Aproveite para compartilhar com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

Fatos sobre a Lobotomia

1 - O termo "Lobotomia" significa "cortar um lobo do cérebro".

2 - Essa prática era muito popular no início do século XX e era recomendada por psiquiatras para amenizar os sintomas de doenças mentais.

3 - Ainda se usa a lobotomia. Esse método é mais comum na América do Norte do que no resto do mundo.

4 - A lobotomia, segundo fontes, foi ideia de Friederich Golz, que iniciou os testes em seus cães. Dois anos depois, em 1892, o médico Gottlieb Burkhardt usou em seis pacientes com esquizofrenia. Isso serviu como um calmante para aqueles que sobreviveram à cirurgia.

5 - A principal ferramenta utilizada pelos médicos era um quebrador de gelo. Inclusive, os primeiros eram utilizados também na cozinha dos médicos responsáveis pelas operações.

6 - Pelo menos 3.500 lobotomias foram realizadas por Walter Freeman em vinte e três estados. No entanto, muitas não tiveram sucesso e os pacientes morreram.

7 - Os hospitais escandinavos realizavam mais lobotomias do que os dos Estados Unidos. Entre 1944 e 1966, foram lobotomizadas cerca de 4.500 pessoas na Suécia. A maioria dos pacientes eram mulheres.

8 - As lobotomias começaram a ser vistas como uma cura milagrosa na Grã-Bretanha no início dos anos 1940. Na época, mais cirurgias eram feitas por lá do que nos Estados Unidos.

9 - Rosemary foi submetida à lobotomia, mas sobreviveu e morreu de causas naturais.

10 - A torazina foi considerada uma "lobotomia química". Os resultados nem sempre foram conclusivos.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Via   List25  
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+