No momento da publicação dessa matéria, o mundo inteiro está em busca de uma vacina para a Covid-19. Dessa forma, já são mais de 133 vacinas em desenvolvimento ao redor do mundo, reconhecidas pela OMS. Sendo que, ainda podem existir outros projetos que ainda não passaram pela parte de verificação. Dessa forma, separamos as 10 vacinas contra a Covid-19 que já estão em testes avançados.

Para que uma vacina esteja em estágio avançado, é preciso que ela tenha chegado à fase clínica. Desse modo, primeiro, a vacina é testada em pequena escala para validar sua segurança. Em seguida, um teste é feito com um grupo maior, em que é possível observar potencias efeitos colaterais mais raros. E, por fim, um teste é feito com milhares de participantes. Nessa etapa, é onde sabemos se, de fato, a vacina funciona.

1 - Institute of Medical Biology, Chinese Academy of Medical Sciences (China)

Entre as vacinas chinesas, essa é a que se encontra em um estado menos avançado. Com isso, ela ainda se encontra limitada à fase 1 de testes. Até o momento, ainda não há previsão de progresso para as etapas seguintes.

2 - Sinovac (China)

Por meio de um projeto baseado em um vírus inativado, os pesquisadores declararam que têm 99% de certeza que a vacina será funcional. Dito isso, seus testes seguem na fase 2, mas sem previsão de início da fase 3.

3 - Beijing Institute of Biological Products/Sinopharm (China)

Publicidade
continue a leitura

Aqui, a vacina se apoia em um vírus inativo. Com isso, seus resultados são animadores e que estão avançando rapidamente. Hoje, as pesquisas se encontram na fase 2 dos testes clínicos. No entanto, segundo a Comissão de Administração e Supervisão de Bens da China, que supervisiona a Sinopharm, afirmou que há possibilidade do composto estar pronto para aplicação em massa ainda em 2020.

4 - Wuhan Institute of Biological Products/Sinopharm (China)

Neste projeto, o Sars-Cov-2 é totalmente inativado, tornando-se completamente incapaz de provocar a doença. No entanto, o organismo ainda o reconhece como uma ameaça. Assim, é possível que tenha uma resposta imunológica. Atualmente, a pesquisa se encontra na 2ª fase dos testes clínicos, mas sem previsão de chegar à 3ª fase.

5 - CanSino/Beijing Institute of Biotechnology (China)

Na vacina chinesa, pesquisadores buscaram utilizar um adenovírus alterado para carregar o material genético do Sars-Cov-2 responsável pela produção da proteína "Spike". Ao longo das pesquisas, a empresa se destacou por ser a primeira a avançar para a fase 2 dos testes clínicos.

Publicidade
continue a leitura

6 - Inovio Pharmaceuticals (Estados Unidos)

De acordo com a Inovio, os resultados dos testes clínicos de fase 1 devem sair ao longo de junho. Depois disso, as fases 2 e 3 podem se iniciar entre julho e agosto, caso tudo saia como planejado e os órgãos regulatórios aprovem a pesquisa.

7 - Novavax (Estados Unidos)

No final de maio, a empresa anunciou o início dos experimentos da fase 1. Assim, segundos os pesquisadores, os resultados devem sair em julho. No estudo, pesquisadores utilizam subunidades proteicas do vírus. Desse modo, as proteínas do Sars-Cov-2 são inseridas no organismo para que ele crie uma resposta imunológica, sem o risco de desenvolver a doença.

8 - Moderna (Estados Unidos)

Publicidade
continue a leitura

Utilizando o RNA contra a Covid-19, a "Moderna" pôde avançar rapidamente as etapas de desenvolvimento. Com isso, ela já se encontra na fase 2 dos testes clínicos. Além disso, a vacina também recebeu grandes investimentos do governo dos EUA. Até o momento, o governo já reservou 300 milhões de doses do composto, mesmo sem saber ao menos se ela irá, de fato, funcionar.

9 - Pfizer-BioNTech-Fosun (Alemanha)

Em passos rápidos, a vacina de Pfizer já se encontra na fase 2 dos testes clínicos. Contudo, ela utilizada um método que nunca foi aprovado para humanos. Dessa forma, sem precedentes de sucesso, essa pesquisa seria pioneira na área.

10 - Oxford-AstraZeneca (Reino Unido)

Sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford, esta é a vacina que possui o desenvolvimento mais avançado no mundo. Desse modo, é a única que já chegou a fase três de experimentos. Atualmente, 10 mil pessoas estão sendo testadas no Reino Unido e outras 2 mil receberão o teste no Brasil. De acordo com os pesquisadores, o desenvolvimento da vacina pode ser concluído ainda este ano.

Publicado em: 05/06/20 22h54