17 curiosidades que você não sabia sobre as múmias

POR A redação    EM História      22/09/15 às 18h59

A múmia é um ser humano falecido ou outro animal cuja pele e os órgãos são preservados pela exposição intencional ou acidental de substâncias químicas, frio extremo, baixa umidade ou falta de ar, de modo que o corpo recuperado não deteriore com rapidez.

Múmias de seres humanos e outros animais foram encontrados em todos os continentes, tanto como resultado de preservação natural através de condições incomuns, e como artefatos culturais. Mais de um milhão de animais múmias foram encontradas no Egito, muitos dos quais são gatos.

Além das múmias bem conhecidas do Egito Antigo, a mumificação deliberada era uma característica de várias culturas antigas em áreas da América e da Ásia, que têm climas muito secos. As múmias na América do Norte foram datadas com 9400 anos de idade. Antes desta descoberta, a mais antiga múmia conhecida era a de uma criança de Chinchorro, no Vale do Camarones, Chile, que data em torno de 5050 a.C.

O mais antigo cadáver humano naturalmente mumificado é uma cabeça decepada datada de 6.000 anos de idade e encontrada em 1936 na América do Sul. Confira algumas curiosidades sobre as múmias e cadáveres mumificados que você não sabia:

20

1. Em 1974 egiptólogos estavam estudando a condição de múmia de Ramsés II. Quando eles detectaram que ela estava se deteriorando rapidamente, eles tiveram que levar o corpo para Paris para realizar exames. Foi emitido um passaporte egípcio que listou sua ocupação como "Rei (falecido)". A múmia foi recebida nos arredores de Paris, com honras militares condizente com um rei.

2. Traços de cocaína e nicotina foram encontrados em algumas múmias egípcias, o que levaram alguns a especular que os antigos egípcios podem ter viajado para o Novo Mundo (América).

3. Há um fragmento ósseo em exposição no Museu de Chinon, na França, que tinha a fama de pertencer a Joana d'Arc. Um estudo de 2008 mostrou que o osso veio realmente de uma múmia egípcia.

22

4. Os cientistas encontraram múmias "Frankenstein" na Escócia. Dois corpos eram feitos de 6 pessoas.

5. As múmias Nubian antigas tinham traços do antibiótico tetraciclina em seus ossos. Isso se deve a cerveja que eles consumiam.

6. Centenas de monges budistas têm tentado mumificar-se comendo apenas nozes e sementes e bebendo chá envenenado antes de selarem-se vivos em um túmulo. Cerca de 24 mumificações bem sucedidos foram registradas, e estes 24 são considerados como Budas.

23

7. Há uma cidade no México, onde os corpos dos mortos naturalmente mumificam-se. Entre o final de 1800 e início de 1900, se os parentes dos mortos eram incapazes de pagar o imposto para mantê-los enterrados, a cidade desenterrava os corpos e os colocava em um museu.

8. Em 1966, dois adolescentes norte-americanos encontraram duas múmias de crianças em uma caverna no México. Eles foram contrabandeados ara a Califórnia onde foram abandonadas em uma garagem. Elas foram encontradas 14 anos depois.

9. Em 1980, múmias com idades entre 2.000 e 5.000 anos de idade foram encontradas na China. O detalhe é que as múmias eram Caucasianos (origem europeia).

24

10. Havia uma forma de feitiçaria islandesa envolvendo necromancia onde alguém esfolava a pele das pernas do cadáver de um amigo, roubava uma moeda de uma viúva, e, em seguida, vestia a pele com a moeda na bolsa escrotal. O ritual supostamente trazia riqueza.

11. Em 2013, um cadáver de 181 anos de idade do filósofo Jeremy Bentham participou de uma reunião do conselho da Universidade de Londres. Ele foi registrado como "presente, mas não votante."

21

12. A França perdeu tantos trabalhadores durante sua fracassada tentativa de cavar o Canal do Panamá que, por um tempo principal fonte de seu projeto de renda estava vendendo os cadáveres em conserva (na água salgada) para escolas médicas em todo o mundo como cadáveres.

13. Sogen Kato, um senhor que morava em Tóquio foi descoberto morto depois de 30 anos. Ele morreu no final da década de 70 e sua família roubava sua pensão todos os meses.

25

14. Na década de 1880 e 1890, um camelo percorreu o deserto do Arizona por uma década com um cadáver mumificado amarrado nas suas costas.

15. Em 1982, um estudante da Universidade do Alabama descobriu que um dos cadáveres que eles estavam prestes a dissecar em sala de aula era, de fato, sua tia-avó.

16. Três meses depois de Charlie Chaplin morreu, seu cadáver foi roubado por dois mecânicos suíços, a fim de extorquir dinheiro da família. Os ladrões foram capturados e o corpo de Chaplin foi encontrado 11 semanas mais tarde. Para evitar novas tentativas, ele foi enterrado sob o concreto com técnicas de preservação.

17. Michelangelo começou a dissecar cadáveres aos 17 anos. Graças a isso, ele pintou Deus com um tronco cerebral anatomicamente correto no teto da Capela Sistina.

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+