Curiosidades

5 curiosidades sofre a franquia Rio

0
A animação Rio, lançada em 2011, é uma produção que deixou os olhos do mundo voltados para o Brasil. Dirigido pelo brasileiro Carlos Saldanha, o longa metragem foi tão bem recebido (e produzido) que conquistou até uma indicação ao Oscar.
O sucesso da animação foi tão grande que o cineasta produziu outro filme, dando continuidade história de Blu e Jade, com ainda mais cores e estrelas do cinema e da música envolvidas.
Em resumo, os longas contam a história de uma arara azul doméstica (Blu) que vai para a cidade maravilhosa, Rio de Janeiro, e vive grandes aventuras. Lá ele conhece Jade, com quem tem três filhotes. Juntos, a família vai para a Amazônia em busca de uma tribo de araras misteriosa.
Apesar de ser uma animação norte-americana, Rio é cheio de brasilidade e basta assistir aos primeiros minutos do filme para se apaixonar. O filme consegue cativar adultos e crianças de todas as idades.
Em comemoração ao grande sucesso das ararinhas azuis Blu e Jade, e também aos personagens espetaculares presentes na animação, trouxemos uma lista com fatos interessantes e curiosos sobre a franquia.

5 curiosidades sobre as animações Rio

Foto: Reprodução

1. Como surgiu o filme Rio?

Em entrevistas concedidas para divulgação das animações, o produtor brasileiro, Carlos Saldanha, responsável pela franquia Rio, disse que o primeiro filme surgiu e foi idealizado a partir da vontade de representar o Brasil nas telonas.
Em outras palavras, o filme surgiu da vontade pessoal e interna de Saldanha de representar o Brasil e a cidade escolhida foi o Rio de Janeiro, a famosa cidade maravilhosa. A segunda etapa de criação foi trazer para a história uma temática social e que chamasse a atenção do público.
Desta forma, o enredo escolhido diz respeito aos pássaros e ao mercado ilegal. A partir destas decisões a história toma forma, levando em consideração as características do nosso país, as belezas existentes, a musicalidade e a ideia inicial de Saldanha.

2. Blue Sky Studios

As empresas responsáveis pela produção dos filmes Rio e Rio 2 são a Blue Sky Studios e a 20th Century Animation. Falando mais especificamente sobre a Blue Sky, a franquia Rio tem um certo carinho especial para a produtora. Isso porque, de acordo com o IMDb, a animação se destaca por ser o único filme, além da clássica franquia A Era do Gelo (2002), a ter uma sequência, dentre a filmografia da Blue Sky Studios.

3. Dificuldades nos bastidores

Com o início do processo de produção vem também as dificuldades e os desafios de roteiro, filmagem, elenco, efeitos especiais, produção, trilha sonora, divulgação, entre outros.
De acordo com Carlos Saldanha, a maior dificuldade no processo de criação da animação Rio 2 foi recriar e retratar a Amazônia, isso porque a escala das árvores, selvas, rios rápidos, cascatas, plantas, animais e diversos detalhes exigiu um grande esforço da equipe para deixá-los o mais autêntico, grandioso e divertido possível.

4. Participação de Bruno Mars e Janelle Monáe

O segundo filme da franquia Rio, intitulado como Rio 2, conta com a participação de dois grandes artistas, Bruno Mars e Janelle Monáe.
O convite para participar do elenco veio por conta de uma característica em comum entre os artistas: ambos têm afinidade e gostam de músicas brasileiras.
Entretanto, a escolha por eles não foi por acaso. Saldanha deixou claro que buscava por artistas que conhecessem bem as músicas originárias do Brasil. Outro ponto curioso é que Carlos Saldanha e Janelle (grande amante do samba e da bossa nova), já haviam se conhecido no Brasil anteriormente.
Em relação a Bruno Mars, o fato interessante (e legal) é que o seu personagem não havia sido pensado para ele. Todavia, ao ser observado no Saturday Night Live, o personagem foi adaptado para se encaixar na voz de Mars. A priori o personagem era destinado a um artista de estilo “crooner”, com a voz mais profunda.

5. Animação para sala de aula.

De acordo com o Canal do Educador, promovido pela plataforma Brasil Escola, a animação Rio é um excelente filme para ser trabalhado nas salas de aula. A premissa é justificada devido ao fato da franquia abordar temas como o tráfico de animais silvestres, desmatamento da Amazônia, reprodução de aves e até mesmo falar sobre a biologia e a anatomia dos animais. Isso tudo envolto de entretenimento e diversão.

Por que a Marvel precisa de 20 filmes para apresentar o Multiverso?

Matéria anterior

5 Curiosidades sobre Lady Gaga em House of Gucci

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos