O Mundo Digital de Digimon parece um lugar tentador a se visitar e explorar, cheio de miticismo e maravilhas sem igual e, afinal de contas, é nesse lugar onde acontece todas as aventuras da série. Esse ambiente digital é mantido por computadores que estão espalhados ao redor do mundo, é por meio dessas redes de comunicação que eles são capazes de gerar o gigantesco espaço virtual. Apesar disso, o Digimundo é separado do nosso por uma barreira invisível que possui diferentes níveis de instabilidade, por isso, algumas ameaças do outro mundo podem invadir a nossa realidade. Mesmo assim, o Mundo Digital é o cenário de maior constância na série.

Contudo, engana-se quem pensa que o lugar é felicidade o tempo inteiro. Quem acompanhou o anime sabe que houve diversos momentos em que os olhos não aguentaram segurar as lágrimas. De volta no túnel do tempo, separamos algumas dessas ocasiões para relembrar o tanto que Digimon já conseguiu ser triste.

5 - Tai precisa deixar sua irmãzinha e voltar para o Mundo Digital

Em Home Away From Home, o vigésimo primeiro episódio da primeira temporada, Tai precisa deixar Kari, sua irma mais nova, no mundo real e retornar para o digital. Depois de derrotar Etemon, Tai e Koromon foram transportados para sua cidade natal através de uma fenda dimensional criada pela rede escura de Etemon. No mundo real, Tai aproveita para visitar sua família, mas ao chegar no apartamento, apenas sua irmã está presente. Em casa, Tai faz atividades rotineiras como cozinhar, assiste ao noticiário e passa o tempo com Kari.

Essa é a primeira aparição da personagem na série, no entanto, conseguimos ver o tanto que ambos são próximos. O mais triste é que a presença de Tai no mundo real é temporária, ele logo tem de retornar ao Digimundo, mesmo sob os protestos e choro de sua irmã, que não queria ser deixada sozinha. Embora o episódio seja apenas para preencher espaço, o famoso filler, a cena não deixa de ser bastante emocionante.

Publicidade
continue a leitura

4 - Angemon "morre" depois da luta com Devimon

Quem não ficou ansioso pela evolução de Patamon? O Digimon foi o último do grupo a evoluir, algo que levou um tempo bastante considerável. No entanto, quando foi necessário, quando as esperanças estavam esgotadas, Patamon consegue sua tão esperada transformação. Evoluindo para Angemon, o digimon enfrentou o primeiro grande antagonista do anime, o Devimon. No topo da Montanha Infinita, Patamon lutou contra o maligno Digimon, sem sucesso. Como Angemon, no entanto, ele foi capaz de restaurar a paz no Mundo Digital.

Porém, o combate sugou todo o seu vigor e Angemon foi obrigado a dizer adeus ao seu companheiro humano, o pequeno TK. Depois de tudo que ambos passaram juntos, todas as dificuldades, eles lamentaram não poder viver mais aventuras. Angemon foi transformado em dados do Mundo Digital, deixando TK sozinho e os espectadores inconsoláveis.

3 - Yokomon não se recorda de Sora

Publicidade
continue a leitura

Desde o começo da história, Yokomon e Sora tiveram um vínculo natural, se tornando inseparáveis, uma relação que os fãs facilmente se acostumaram. Por isso, em Digimon Tri: Perda, muitas pessoas ficaram de coração partido. Tudo começou no final de Digimon Tri: Confissão, para salvar os Digimon e o Mundo Digital de serem infectados por um vírus, o Digimundo precisou ser redefinido, ou seja, voltar as configurações padrões. Os Digimon foram salvos, no entanto, como consequência, eles perderam todas as memórias que construíram com o tempo, todas as aventuras com seus companheiros humanos.

Foi complicado, porém, os digi-escolhidos foram capazes de reaver os laços com seus Digmon, exceto Sora com Yokomon. A criatura permaneceu cética em relação a humana, chegando até mesmo agir contra ela. Sem dúvidas foram momentos difíceis para Sora, mas para os fãs foi ainda mais dolorido.

2 - O sacrifício de Wizardmon

No episódio, Wizardmon’s Gift, o trigésimo sétimo da primeira temporada, Wizardmon se joga na frente do ataque de Myotismon para proteger Gatomon e Kari de serem mortos, ele era muito amigo de Gatomon. Enquanto a maioria dos Digimon se transformam em dados quando morrem no Mundo Digital, Wizardmon não teve esse luxo, isso porque ele morreu no mundo real. Por isso, seus dados não puderam ser transferidos para a central para que, dessa forma, ele pudesse "renascer". Ou seja, foi uma perda definitiva e ele sabia disso.

Publicidade
continue a leitura

1 - O último desejo de Patamon

Talvez uma das cenas mais triste de Digimon Tri: A Confissão, foi a cena em que Patamon revelou a TK que ele sabia que estava infectado com o vírus e queria que ele o matasse caso se tornasse violento. Nesta cena, Patamon aceitou a morte sabia que tinha a memória de ter conhecido TK e, para ele, isso era o suficiente. Com lágrimas nos olhos, Patamon fala para TK não chorar, mas, claro, não resolve muito. Os dois se abraçam.

Lágrimas no Mundo Digital e lágrimas no mundo real por parte dos fãs. Ambos passaram por momentos difíceis em Digimon Adventure, como a complicada evolução de Patamon. No final de tudo a situação foi resolvida, sem ninguém precisar matar ninguém, mas toda a conjuntura foi o suficiente para deixar milhares de olhos vermelhos mundo afora.

O que você acha? Concorda com a lista? Ficou emocionado ao ver esses episódios? Tem mais algum outro que vale a pena ser mencionado? Então não deixe de contar para a gente!

Publicado em: 24/07/17 18h26