Entretenimento

5 previsões surpreendentes tiradas da ficção para 2024

0

2024 mal começou, e já estamos lidando com algumas previsões da ficção que prometem ser surpreendentes.

Enquanto o primeiro mês trouxe diversos conflitos reais, como a Palestina e Israel, que continua, e o Brasil, que lida com inundações catastróficas e temperaturas extremas, o universo cinematográfico também não fica para trás em termos de obstáculos.

Algumas pessoas sugerem que este ano está destinado a ser marcado por caos global e mudanças dramáticas. E isso não por conta dos desastres que já temos, mas sim das previsões de ficção científica que anteciparam eventos perturbadores para 2024!

5 previsões da ficção para 2024

1. Destruição do meio ambiente

Via Adorocinema

No filme “Highlander II: A Ressurreição”, que se passa em 2024, o mundo é devastado por uma catástrofe ambiental. De acordo com a trama, a humanidade teria comprometido a camada de ozônio, expondo a Terra a uma radiação solar mortal.

O protagonista do filme apresenta uma solução: um escudo movido a laser projetado para nos defender dos raios solares.

Entretanto, essa proteção resulta em uma escuridão perpétua sobre o planeta, enquanto as temperaturas e a umidade atingem níveis quase insuportáveis.

Não dá para negar que caminhamos para esse destino, embora menos cinematográfico e mais catastrófico. Com os desastres ambientais de 2023, 2024 irá pagar o preço com temperaturas mais altas e mais eventos climáticos. Será que o filme acertou?

2. A indústria farmacêutica vilã

No filme Narcópolis, situado em uma Grã-Bretanha futurista, todas as drogas foram legalizadas pelo governo. Com isso, a trama gira em torno da Ambro, uma empresa farmacêutica sinistra que lança um novo e poderoso narcótico.

O protagonista, Frank Grieves, um policial e ex-viciado, embarca em uma jornada em busca da verdade por trás dessa empresa.

O filme retrata uma visão ambivalente de 2024, revelando tanto uma desconfiança generalizada nas grandes empresas farmacêuticas pela sociedade ocidental quanto um temor em relação ao potencial impacto das drogas no mundo.

Não existem polêmicas públicas sobre a indústria até o momento, mas as descobertas são cada vez mais fantásticas, levantando questões sobre o tamanho da influência desse mercado em nossas vidas.

3. Monstros de Marte

Via Memória Magazine

Com a humanidade cada vez mais próxima de explorar Marte, o cenário proposto pela série A Quinta Dimensão é uma das previsões de ficção mais extraordinárias.

Em 2024, os humanos descobrem criaturas ferozes habitando as vastas planícies arenosas do planeta vermelho.

Agora, a NASA e outras agências espaciais estão mesmo planejando enviar astronautas para Marte na década de 2030. Esse pode ser o início de um contato pouco amigável com essas “potenciais” criaturas.

No entanto, o encontro foi adiado por 10 anos, e o que nos resta, por enquanto, é a incerteza sobre o que Marte realmente reserva para nós.

4. Problemas nucleares

Como muitos filmes do passado, “Além da Barreira do Tempo” também retrata 2024 como um ano de desastre ambiental. Segundo a trama, os testes nucleares na década de 1970 teriam danificado a camada de ozônio, deixando a Terra vulnerável aos raios cósmicos.

Como resultado, a radiação transforma parte da população em mutantes de aspecto selvagem, que vivem na superfície, enquanto outros encontram refúgio subterrâneo.

O filme também apresenta tecnologias extravagantes, como aviões capazes de viajar no tempo e uma nave espacial que se divide em duas.

Embora seja pura ficção científica, ele ressalta o real temor em relação ao potencial destrutivo das armas nucleares. E com conflitos de guerra cada vez maiores, surge o medo de grandes países optarem por esse armamento.

Nações como Estados Unidos, Rússia e Coreia do Norte já ensaiaram testes nucleares para seus próprios interesses. Dessa forma, essas previsões de ficção e destruição não estariam tão erradas assim.

5. Controle cerebral

Via Netflix

Por fim, segundo o filme original da Netflix “Os Últimos Dias do Crime Americano”, baseado nas histórias em quadrinhos de Rick Remender, o governo dos Estados Unidos planeja algo audacioso para 2024.

Trata-se de uma espécie de “lavagem cerebral” em massa para impedir qualquer tentativa de crime, usando um sinal que afeta o cérebro.

Conforme retratado no filme, uma vez que a Iniciativa de Paz Americana seja ativada, a atividade criminosa desaparecerá, deixando aos infratores um pequeno intervalo de tempo para agir.

Embora esse tipo de tecnologia de controle mental em massa seja puramente fictício e improvável de existir, levanta a questão sobre a possibilidade de manipulação que talvez já esteja em curso.

Nos últimos meses, as pesquisas neurotecnológicas avançaram de maneira veloz, até mesmo com implantes cerebrais já acontecendo. Quem sabe o que 2024 pode nos reservar nesse sentido?

 

Fonte: Mega Curioso

Imagens: Netflix, Memória Magazine, Adorocinema

Estudante de biotecnologia faz Doom rodar em organismos vivos inusitados

Previous article

5 teorias da conspiração bizarras sobre fenômenos naturais

Next article

Comments

Comments are closed.