5 teorias sobre os filmes da Pixar que você precisa conhecer

POR A redação    EM Entretenimento      30/09/15 às 18h13

Não é segredo para ninguém que as animações da Pixar estão entre as mais inteligentes e profundas que existem por aí. Nada mal para um estúdio que foi muitas vezes taxado por produzir filmes "de criança". Como os fãs sabem bem, são aqueles que optam por não assistir aos filmes do estúdio que estão perdendo.

Seus filmes tem uma boa dose de emoção e grandes personagens que podem fazer os espectadores rir e chorar - muitas vezes ao mesmo tempo. Apesar desta profundidade, há ainda a necessidade de ir mais longe e encontrar significados e ligações escondidos nos longas. Tal como acontece com a maioria das coisas nos dias de hoje, há uma série de teorias sobre os filmes da Pixar na Internet. Com duas décadas de filmes para se debruçar, os fãs vão longe ao encontrar pontos de ligação e ver detalhes quase invisíveis. Conheça algumas teorias aqui no Ultra!

5 - Emily é a mãe do Andy

Emily

Assim como Woody e sua turma têm Andy, Jessie também já teve uma amada proprietária, chamada Emily. Elas foram melhores amigas durante um bom tempo, até a criança crescer e abandonar a boneca por sob a cama. Eu sei, desculpe por fazê-lo lembrar desta cena. Felizmente, a boneca tem um final feliz, e acaba se tornando um dos brinquedos de Andy, mas será que poderia haver algo mais aí? Existe uma teoria na internet que afirma que Emily é, na verdade, a mãe de Andy.

A teoria se fundamenta no chapéu que Andy veste em muitas cenas. Se você reparar bem, ele é muito mais parecido com o chapéu de Jessie que o de Woody. Além disto, a cena de flashback indica que o passado de Jessie aconteceu em algum momento entre os anos 50 e 60. Como Toy Story se passa nos anos 90, a idade da mãe do Andy super se encaixa. Sem querer, Jessie acabou voltando para sua dona, mesmo que nunca tenha descoberto isto. Bem no estilo da Pixar mesmo.

4 - Nemo é uma invenção de Marlin

Marlin

Procurando Nemo é todo sobre a busca de um pai desesperado pelo filho perdido - não poderia ter um título melhor. É uma jornada épica que resulta em uma feliz reunião para o par. Mas, claro, mais uma vez a Internet cria suas teorias e tudo se torna mais sombrio. De acordo com uma famosa teoria, Marlin perde todos os ovos no início do filme. Ele, então, passa por todas as fases do luto, e o Nemo se torna uma criação de sua mente como um mecanismo de enfrentamento.

Há a negação (criação de Nemo), raiva (os caminhos que ele toma), negociação (permitir que outras pessoas o ajudem), desespero (a cirurgia do dentista) e, finalmente, a aceitação, quando Martin aprende a seguir em frente.

3 - O monstro de Andy

Randall

Desde uma boneca Jessie no quarto de Boo até uma criança tão assustadora quanto Sid, há muita referência de Toy Story em Monstros S.A., sugerindo que ambos os universos coexistem. Levando isto em conta, fica óbvio que Andy, como criança, teria um monstro para assustá-lo. Claro, isto exigiria uma porta para o monstro viajar.

Fica em aberto a questão de qual seria a criatura responsável por Andy. E existe uma resposta arrepiante para isto. Se olharmos para o seu quarto, ele tem um papel de parede que possuí um padrão de nuvens. Assista Monstros S.A. mais uma vez e você vai encontrar um monstro praticando sua rotina em um papel de parede bem parecido. Sim, Randall é o monstro de Andy.

2 - Carl morreu no início do filme?

Carl

Existe uma teoria, criada no Pinterest, que sugere a morte de Carl logo no começo do filme UP!, depois de descobrir que deveria deixar a casa conde viveu com Ellie e ir para um asilo. O resto do filme seria a jornada de Carl para o céu, sendo que Russell é seu anjo da guarda, que está na missão para ganhar asas (representada pela medalha de escoteiro). O motivo pelo qual Russell assume a forma de uma criança é para representar o bebê que Ellie e Carl quiseram ter no começo do casamento. Paradiese Falls seria o paraíso, onde o velhinho reencontra Ellie e eles vivem felizes para sempre.

1 - Walking Dead e Toy Story

Toy Story

Toy Story foi, sem dúvida alguma, um filme extremamente influente que mudou a forma como animações são feitas - não apenas pela tecnologia inovadora, como também pela profundidade das histórias que eles estavam dispostos a contar. No entanto, de acordo uma teoria em particular, o filme inspirou algo bem improvável: The Walking Dead. Ainda que uma HQ (e posteriormente uma série) sobre a vida em um apocalipse zumbi possa não ter relação alguma coisa com um filme sobre brinquedos, há algumas semelhanças sinistras.

A primeira delas, é claro, se referem aos líderes: xerifes à frente de um bando de desajustados. Ambos têm uma criança que se importam profundamente, e que crescem muito afeiçoados aos seus parceiros. A teoria vai além, comparando as garotas sulistas (Jessie e Beth), os velhos de cabelos brancos (Hershel e Stinky Pete), e as comunidades que apresentam ser um porto-seguro para os personagens (A Creche e Woodbury) mas possuem líderes enlouquecidos (Lotso e O Governador). São muitas coincidências, e realmente só o que está faltando é a revelação de que foi Sid quem começou o apocalipse zumbi. Ou não.

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+