• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 coisas que as 'crianças de Hitler' aprendiam

POR Mateus Graff    EM História      05/09/17 às 21h16

Você sabe como era a infância das crianças que cresceram na Alemanha durante o governo do ditador Hitler? Na época existia a Juventude Hitlerista, uma instituição obrigatória da Alemanha Nazista para treinar os mais jovens de acordo com seus interesses. Não é uma novidade que o governo nazista, usando a genialidade de Hitler e Goebbels, fazia uma verdadeira lavagem cerebral a partir dos veículos de massa da época.

Bom, nós pesquisamos um pouco sobre o que as crianças aprendiam na época, sobre o que as escolas ensinavam, quem ensinava e como eram as estratégias do governo para criar essa lista. Então, caros leitores, confiram agora a nossa matéria com as 7 coisas que as "crianças de Hitler" aprendiam:

1 - Fidelidade a Hitler

Controlar as mídias da Alemanha era muito fácil para Adolf Hitler. Com propagandas agressivas de Joseph Goebbels, o Partido Nazista controlou a imprensa, o rádio, cinema, literatura e até as artes. As propagandas conseguiam fazer com que os alemães tivessem devoção pelo Führer, principalmente na educação da infância e juventude. Essa educação era uma ferramenta do Estado, e era usada para manipular os mais jovens e fazer com que eles fossem fiéis a Hitler.

2 - A JH (Juventude Hitlerista)

Hitler adorava usar instituições para fazer promoção da raça ariana. Uma delas foi a Juventude Hitlerista. O ditador não acreditava que escolas públicas pudessem ensinar os mais jovens de maneira adequada, e foi aí que ele resolveu criar a J.H.. O comando da Juventude Hitlerista foi dado a Baldur von Schirach e, pouco tempo depois, Hitler extinguiu todas as organizações de jovens que não fossem nazistas, ou seja, os jovens não tinham escolhas. De 100 mil membros em 1932, a organização passou a ter oito milhões de membros em 1938. Já que o país tinha uma grande militarização e pretensões de guerras, foi criada uma lei onde obrigava a convocação de todos os jovens alemães para integrarem a J.H.. Os pais que se recusavam podiam ser presos e ter os filhos enviados para orfanatos.

3 - Professores nazistas para uma boa educação nazista

É claro que para dar uma boa educação nazista para as crianças, era  preciso ter professores que pensavam do mesmo modo, certo? Pois bem, quando Hitler entrou no comando, todos os professores considerados judeus e "não confiáveis politicamente" foram expulsos das escolas. Os que não foram expulsos, não apoiavam seus antigos colegas e se uniram a Liga de Professores Nacional-Socialista. Para vocês terem uma ideia, no ano de 1936, cerca de 97% dos professores de todas as escolas públicas já eram filiados da Liga.

4 - Um novo momento na Alemanha

Como já citamos, quem fazia as propagandas do Partido Nazista era o famoso Goebbels, que era responsável de manter um rígido controle nos meios de comunicação, escolas e universidades e de produzir discursos, hinos, símbolos, saudações e palavras de ordem nazista. Vocês já ouviram falar em "Bücherverbrennung"? Pois bem, no dia 10 de meio de 1933, Berlim teve uma famosa campanha onde icentivava as pessoas a queimarem livros, uma campanha chamada "Bücherverbrennung".

Depois dessa ação publicitária, a população de Berlim e de outras cidades, incluindo os estudantes, começaram a queimar os livros de todas as bibliotecas, fazendo inúmeras fogueiras de livros no país. Essa era uma forma de mostrar que o antigo modelo cultural já tinha passado, e que era um novo começo para a sociedade alemã.

5 - Indo para guerra

Com a chegada da guerra, seria difícil evitar a participação dos jovens da J.H., o que obrigou meninos de 12, 13 e 14 anos a terem experiências terríveis na guerra. Para vocês terem uma ideia, 200 mil meninas e meninos da J.H. foram recrutados para as defesas antiaéreas, prestando serviço como pessoal auxiliar de artilharia. Essas crianças saíam da aula e iam diretamente para os canhões, onde muitos até sofriam crises nervosas por causa do medo.

6 - Raça superior

Como citamos no primeiro item, os nazistas ensinavam as crianças a idolatrarem Hitler, mas não só isso, eles também mostravam para as crianças inocentes que a raça ariana era superior. Os acadêmicos e educadores nazistas glorificavam os povos nórdicos e outras raças designadas como arianas, denegrindo os judeus e qualquer raça inferior, os chamado de "parasitas", e "incapazes de criar uma cultura ou civilização.

7 - O cinema

Goebbels sabia que o processo educacional e da propaganda seria um tiro certeiro, até porque, os jovens alemães seriam o futuro da nação, então, o melhor a se fazer era investir na "base" do país. Goebbels inseriu poderes em suas mentes ao criar grandes discursos para convencê-los e transformá-los em fiéis seguidores de Hitler. Mas não só isso, o cinema sempre os mostrava como futuros heróis e a abstração em prol da coletividade, isso sem falar nos padrões de beleza e corpos sarados que faziam parte da incansável propaganda.

Mas e você, já sabia de todos esses fatos sobre a Juventude Hitlerista? Comentem!




Matérias selecionadas especialmente para você

Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+