Como as pessoas em 10 diferentes condições físicas e psicológicas enxergam o mundo?

POR Ana Luiza Andrade    EM Entretenimento      05/09/17 às 22h02

A visão é uma das capacidades mais incríveis da natureza humana. A percepção das cores, dos movimentos, a adaptação do olho em diversas situações, mais claras e mais escuras, quando é preciso focar um objeto mais perto ou ampliar o campo de visão para ver mais longe... Não importa em que lugar do mundo você esteja: a capacidade da visão, como ela funciona, seus mecanismos, possíveis deficiências e como elas afetam o indivíduo serão as mesmas, aqui ou na China.

Da mesma maneira, como a visão se forma ainda durante os primeiros dias de vida, acontecerá de maneira idêntica quer você seja brasileiro ou britânico. Além disso, compostos químicos como as drogas, legais ou ilegais, também são capazes de alterar os estados da visão, devido a alteração química no cérebro.

Se você tem a visão "perfeita", talvez tenha a curiosidade de saber como é ter a visão comprometida por um distúrbio ou o efeito de uma droga, por exemplo.

Acompanhe 10 diferentes situações que alteram a visão de um ser um humano, onde quer que ela esteja. Confira:

1 - Hipermetropia

A hipermetropia é um distúrbio da visão. Ela acontece quando o olho do indivíduo é um pouco menor do que o normal, o que acaba provocando a focalização errada e assim a imagem se forma após a retina. Em outras palavras, a pessoa com hipermetropia tem dificuldade de focalizar objetos de perto, enquanto o fundo ao longe fica mais visível.

2 - Miopia

A miopia também é um distúrbio da visão. Mas ao contrário da hipermetropia, a imagem se forma antes da retina. Visualmente falando, você consegue ver objetos que estão perto de você, enquanto o plano de fundo fica borrado.

3 - Daltonismo

Há vários distúrbios que podem afetar a maneira como a pessoa enxerga as cores ao seu redor. Esse tipo de "deficiência" da visão é chamado de Daltonismo, mas dentro do daltonismo há subdivisões que diferenciam o tipo de cegueira-de-cor. Os casos mais comuns é a ausência do verde e do vermelho, como na imagem acima, onde as cores perdem bastante da sua vivacidade.

Quando o indivíduo não consegue ver o vermelho, esse daltonismo é chamado de "protanopia", enquanto a ausência do verde é classificada de "deuteranopia".

4 - Bebê recém-nascido

A visão de um bebê recém-nascido é praticamente um borrão. Como a sensibilidade do bebê à luz é muito alta, logo após o nascimento, eles mantem as pupilas mais contraídas, absorvendo poucas cores ao seu redor.

5 - Bebê com 1 mês de vida

Com o passar do tempo, o bebê consegue focalizar objetos e pessoas, desde que mantenham uma distância relativa, entre 20 a 40 cm, o ideal para o recém nascido observar a mãe enquanto é amamentado. Quanto mais perto, ou muito longe, mais embaçada à visão do bebê. Além disso, eles também começam a acompanhar movimentos desde que se movam lentamente.

6 - Bebê com 6 meses

A partir dos seis meses, os bebês ficam muito mais de olhos abertos, estão mais acostumados com a incidência da luz e as cores ganham vida aos poucos, assim como as formas ao seu redor. Eles passam a identificar objetos com mais distância e por isso é comum observar bebês admirando paredes ou luzes brilhantes.

7 - Sob efeito da Cannabis

A Cannabis é o nome da planta, popularmente conhecida como "maconha". Sob o seu efeito, o indivíduo pode perder a noção do tempo-espaço, além de ter os movimentos reduzidos. A visão da pessoa fica mais embaçada, como se estivesse ligeiramente bêbada e a personagem parece caminhar de maneira vagarosa.

8 - Sob efeito do LSD

O LSD é uma droga alucinógena, portanto pode causar distorções na visão, incluindo a manipulação da imagem e a formação de alucinações, fazendo com que a pessoa enxergue o que não está na sua frente. Nessa imagem, vemos apenas a sensação de uma visão anormal e distorcida causada pelo efeito da droga.

9 - Sob efeito de Cocaína

A cocaína por outro lado, além de ser uma droga estimulante, provocando sensações de euforia, agitação e excitação, também é considerada uma droga alucinógena. Da mesma maneira a imagem fica distorcida e a visão comprometida com a realidade.

10 - Sob efeito da Heroína

A heroína é considerada uma das drogas artificiais mais potentes no organismo humano. Do tipo opiáceo, essa é uma droga depressora. O indivíduo sob o seu efeito fica sonolento e lentificado. O torpor é momentâneo, por isso o indivíduo que usa essa droga se vicia rapidamente, porque é necessário consumi-la continuamente para retornar a sensação de "prazer. A visão pode ficar completamente distorcida, alterando inclusive as cores ao redor.

Se você é um adulto, que tem a visão saudável e não faz uso de nenhuma droga, essa é a imagem original, livre de qualquer distúrbio ou alteração química.

Achou interessante ver essas situações pelo lado de "fora"? É importante se colocar no lugar do outro para entender as dificuldades que ele possui ou os efeitos nocivos que uma droga pode fazer no corpo de um ser humano, por exemplo.

Não esqueça de deixar o seu comentário e aproveite também para compartilhar a matéria.

Ana Luiza Andrade
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento tem o único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+