Entretenimento

7 coisas que a bíblia já havia descoberto antes da ciência

0

O conhecimento científico é responsável por controlar boa parte das regras que determinam o nosso rumo na sociedade atual. É ele que encontra explicações para desenvolvimento de novas tecnologias, compreensão do universo, fenômenos espaciais e medicina.

Bem antes da ciência conseguir provar alguns pontos, no entanto, a bíblia já trazia menção a alguns conhecimentos que mais tarde foram explorados em laboratórios por especialistas. É claro que não é porque está nos textos bíblicos que o conhecimento já deveria ser tomado como verdade, já que a maioria dos termos, explicações e histórias ali são apresentados como metáfora. Porém, é curioso ver que os indícios para a verdade já estavam ali.

Confira algumas das informações que foram explicadas para valorizar o poder divino e acabaram fazendo sentido no futuro, com as provas científicas.

1 – Universo em expansão

1

O profeta Isaías viveu há mais de 2 mil anos e escreveu que Deus “estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar.” Só nos anos mais recentes, os cientistas estão compreendendo que o universo está em expansão, se estendendo como os textos previram. E essa não é a única vez que a bíblia menciona o desenrolar e crescimento dos céus, mas a informação se repete no livro ao menos mais sete vezes.

2 – A Terra é redonda

2

Numa época em que muitos acreditavam que a Terra era plana, a bíblia nos disse que sua forma era esférica. Na mesma passagem em que menciona o universo em expansão, Isaías 40:22, existe uma menção ao formato circular de nosso planeta: “Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra”. Ainda existem outros trechos que falam sobre trabalhadores dormindo durante à noite, enquanto outros já estariam trabalhando no campo, nas atividades diárias, indicando a possibilidade de dia e noite simultâneos, como na Terra redonda.

3 – A Terra flutua livremente no espaço

3

Em Jó 26:7, o profeta diz que “O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada.” Mesmo que nos tempos primitivos alguns conhecimentos apontassem que a Terra estivesse apoiada em alguma superfície, incluindo conceitos bizarros como as costas de algum animal gigante ou os braços de poderoso guerreiro, a bíblia já apontava que o planeta não estava apoiado em nada. Hoje sabemos que essa é a visão correta, já que a Terra está livre no espaço.

4 – Sangue é fonte de vida e saúde

4

“Porque a vida da carne está no sangue”. Em Levítico 17:11, o versículo mostra o valor e importância do sangue para o corpo humano e para a vida. Até alguns anos atrás, pessoas tinham o sangue removido no tratamento de algumas doenças, podendo levar até mesmo à morte por falta dele. Hoje nós vemos que o sangue é necessário para manter a vida e a saúde, além de prover nutrientes para as células do corpo humano.

5 – Descoberta das correntes marítimas

5

Milhares de anos atrás, ainda não sei sabia como funcionavam as correntes marítimas, mas a bíblia já mencionava os fluxos dos oceanos, em Salmos 8:8: “As aves dos céus, e os peixes do mar, e tudo o que passa pelas veredas dos mares.” Só no século 19, o pesquisador Matthew Maury investigou as correntes e padrões das águas dos mares, melhorando os conhecimentos de navegação e duração de viagens no mar por meio do aproveitamento do fluxo.

6 – A matéria é feita de partículas

6

“Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.” Os textos bíblicos já sabiam que a matéria tinha componentes invisíveis ao olho humano, conhecimento que só foi descoberto no século 19. A partir daí, nós pudemos passar a compreender que toda matéria é o resultado de um conjunto de moléculas, átomos e outras partículas microscópicas que não conseguimos ver.

7 – Cada estrela é única

7

Séculos antes do desenvolvimento dos telescópios e da compreensão das estrelas e outros astros que ocupam o espaço, os textos da bíblia já sabiam que havia uma diferenciação entre cada uma das estrelas. Numa das cartas aos Coríntios, é explicado que cada estrela tem o seu próprio valor. “Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.”

Mesmo que as mensagens sejam colocadas como metáforas e simbolismo para explicar o mundo por meio da religião, conseguiram se adequar à realidade apresentada no conhecimento científico, milhares de anos depois.

7 sinais que mostram que você ficará sozinho pelo resto da sua vida

Matéria anterior

7 produtos de beleza bizarros que as mulheres usavam na roma antiga

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos