7 coisas que nunca te contaram sobre como é viver sendo um anão

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      08/06/18 às 15h19

Infelizmente, nascer com nanismo é sinônimo de ser estereotipado e olhado de forma diferente por todos. Muitos os veem como algo engraçado simplesmente por serem quem são. No passado, os anões eram usados como bobos da corte por vários reis de muitas partes do mundo. Os realitys shows os retratam de forma pejorativa. Essas pessoas enfrentam muitas dificuldades na hora de se encaixar na sociedade, visto que quase tudo é criado para as pessoas com o tamanho "normal" e comum. Os filmes ou séries também não apresentam muito a vida que eles levam e, por isso, muitas pessoas não sabem o que de fato eles enfrentam.

Pensando um pouco mais sobre isso, nós da Fatos Desconhecidos resolvemos trazer essa matéria. Buscamos e listamos algumas coisas que nunca te falaram sobre como é ser um anão. Acredite ou não, não é coisa fácil, apesar de não haver tanta diferença entre eles e nós. É basicamente a forma como o mundo os veem e os tratam. Aproveite para compartilhar com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

1 - Suas partes genitais são idênticas a de uma pessoa não-anã

Algumas pessoas têm a ideia de que suas genitais são pequenas iguais ao restante do corpo. No entanto, eles possuem o mesmo tamanho. O nanismo acaba não afetando efetivamente a região dos órgãos genitais.

2 - Não importa sua aparência, eles sempre se parecerão com outros anões

Esse é um conhecimento social e que todos nós podemos notar. Os anões sempre apresentam uma semelhança física muito forte com outros. Não que sejam idênticos, muito longe disso, mas facilmente você se lembrará de outro ao ver um e não é apenas pelo tamanho.

3 - Você pode ser o único anão da família

Ser anão não significa que seus pais ou outros membros da família são. É algo que pode acontecer individualmente. Existem casos de pais não anões que tiveram filhos anões e o contrário, anões com filhos sem nanismo. No entanto, o nanismo é visto como hereditário quando os pais transmitem o gene para a Acondroplasia que fica no cromossomo 4.

4 - O nanismo não tem um tratamento

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, não há um tratamento para o nanismo. É ignorância tentar reverter isso com tratamentos, pois é como não aceitar as condições de vida do outro. Existem algumas correções nas más formações, mas não se pode fazer uma pessoa deixar de ser anã.

5 - O nanismo sempre existiu

O nanismo é uma característica humana e está presente desde sempre. Mesmo que não haja tanto conhecimento assim de anões no passado, além da época medieval.

6 - Os anões não morrem mais cedo do que as outras pessoas

Muitas pessoas acreditam no mito de que os anões têm o tempo de vida mais curto do que as outras pessoas. As pessoas que sofrem de acondroplasia morrem de causas comuns como todos os outros, não por causa das limitações físicas.

7 - O nanismo pode afetar o indivíduo neurologicamente

O fato de sofrer de nanismo pode afetar o indivíduo a nível neurológico. Como afirmamos antes, não é uma coisa simples viver com essas condições e para que possam ser encaixados melhor na sociedade, basta existir um pouco de empatia.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Diogo Quiareli
Diogo Quiareli, 23 anos, Gay, Publicitário, Goiano, Geminiano e Infinito. Uma pessoa extremamente apaixonada pelo universo musical e amante do e-sport. Fiel a memória de RBD e Glee, além de alimentar diariamente a paixão por Katy Perry, Florence and The Machine e 30 Seconds to Mars.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+