• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 coisas que você não sabia sobre o buraco mais profundo da Terra

POR Isabela Ferreira    EM Curiosidades      21/05/18 às 16h27

Na tentativa de chegar ao centro da Terra, o ser humano já tentou fazer diversas intervenções em nosso solo. Buracos de proporções gigantes já foram escavados para essa finalidade mas no fim das contas, acabaram sendo abandonados. Este foi o caso do Poço Superprofundo de Kola... Já ouviu falar? Foi o resultado de um experimento científico da extinta União Soviética.

O objetivo do projeto era perfurar nossa crosta terrestre o mais fundo possível, afim de analisar o que poderiam encontrar ao longo do caminho. Tudo teve início no dia 24 de maio de 1970, na península de Kola. No ano de 1989, ele atingiu seu ponto mais fundo, sendo considerado como o buraco mais fundo já perfurado em nosso planeta, bem como o ponto artificial mais profundo de toda a Terra. Confere aí 7 coisas que você não sabia sobre o buraco mais profundo da Terra:

1 - Existe muita água lá embaixo

Ao longo da perfuração, foi encontrada grande quantidade de água quente e mineralizada. O mais curioso é que grande parte dos especialistas acreditavam não ser possível retirar água de uma rocha de tal tamanho. Esperavam encontrar apenas granito seco, mas a descoberta foi uma grande surpresa.

2 - Presença de gás

Para a tentativa de perfurar o manto, foi preciso desenvolver uma broca completamente diferente de tudo que já conhecíamos. A tecnologia para conseguir isso precisaria ser inovadora. Tudo correu conforme o planejado e agora o sistema é utilizado também para perfurar poços de petróleo. O impressionante foi que, ao longo de toda a perfuração, encontraram diferentes tipos de gases, a exemplo de hidrogênio, hélio, nitrogênio e até mesmo dióxido de carbono.

3 - Atividade sobre o manto

A parte superior do manto sofre leves agitações devido aos movimentos de placa que ocorrem na região logo acima. Isso acontece  devido a duas atividades diferente. Uma delas é o movimento descendente de uma placa sobre a outra. Em segundo caso, ocorre movimento da rocha do manto após duas placas tectônicas se separarem e afastarem.

4 - Fósseis

Embora não se saiba ao certo como isso foi possível, fósseis em granito foram encontrados a cerca de 6.700 metros abaixo de nossa superfície. É realmente de se surpreender!

5 - Não há basalto

A sísmica chegou a sugerir que sob 9 mil metros, o granito daria lugar ao basalto. No entanto, ao contrário do que se acreditava, o elemento não foi encontrado em momento algum.

6 - Rochas de bilhões de anos

Ao longo da perfuração, foram encontradas rochas que possuem aproximadamente 2,7 bilhões de anos. Essa informação é realmente incrível e poderia nos dizer muito sobre o passado. A grande questão é que elas ainda são um mistério para os cientistas. Isso porque possuem temperaturas elevadíssimas, aproximando-se dos 180 º C, que é cerca de 80 vezes mais do que era esperado.

7 - "O inferno está logo abaixo"

Apenas para que você tenha ideia, o buraco tem aproximadamente 12. 262 metros de profundidade... Dá pra imaginar? Devido a isso, ainda existe um boato  de que os cientistas terminaram as escavações em 1992 por escutarem coisas estranhas, já tão fundo.

Segundo o que contam os relatos, eles perfuraram ma cavidade superaquecida, onde puderam escutar gritos de almas condenadas. Supostamente, acreditaram que logo abaixo era o inferno e seria impossível alcançar o manto. Certamente isso não é verdade, mas é sempre interessante saber mais sobre os boatos que circulam.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+