7 coisas que você não sabia sobre os poderes do Homem-Aranha

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      08/05/18 às 17h09

Um dos personagens mais queridos da Marvel Comics é o Homem-Aranha. Muito provável que ele também seja o herói da editora que mais foi bem-sucedido em multimídias: quadrinhos, cinema, jogos eletrônicos e série animada. O personagem foi criado por Stan Lee e Steve Ditko e teve inúmeros escritores e desenhistas ao longo das décadas, cada um com sua própria visão e interpretação de Peter Parker. Através do tempo, houveram várias mudanças em suas histórias, em sua moralidade e mesmo em seu uniforme.

As mudanças também se aplicam nos diversos poderes que o Homem-Aranha possui. Por mais que certas habilidades sejam fixas, algumas outras aparecem em fases do personagem. Seja como for, Peter Parker tem atribuições que, talvez, apenas leitores mais assíduos conseguem se lembrar. Sendo assim, reunimos algumas coisas que o herói é capaz de fazer com seus poderes muitas vezes já conhecidos.

1 - Sensor Aranha

Sem dúvidas, este é um dos poderes mais conhecidos do herói, tendo aparecido pela primeira vez em Amazing Fantasy #15, de 1962. Porém, ele não serve apenas para alertar um ataque iminente a Peter Parker. O sensor aranha também é usado pelo personagem para monitorar os rastreadores que ele criou, e esses dispositivos emitem sinais a grandes distâncias. Antes, o personagem precisava de um receptor para receber a localização; depois de algumas alterações, ele passou a depender apenas de seu sentido aranha.

2 - Agilidade nas acrobacias

Todos sabem que o Homem-Aranha tem uma flexibilidade invejável. Ele se movimenta e passa por lugares que julgamos impossíveis de caber uma pessoa. Além disso, o herói também é dotado de uma agilidade anormal. Com suas loucas acrobacias, Peter Parker é rápido o suficiente para sair de uma rajada de balas totalmente ileso.

3 - Andar pelas paredes

Outra habilidade bastante conhecida do Cabeça de Teia é poder escalar qualquer superfície. Isso porque sua pele possui uma espécie de cola que lhe permite, a grosso modo, colar nas paredes e afins. Porém, como o herói tem o costume de andar por ai com a ponta dos dedos das mãos e do pé, muitas pessoas acreditam que essa habilidade é exclusiva dessas áreas. No entanto, seu corpo inteiro pode ser colado nas paredes. Ou seja, quando vemos Peter com os pés e as costas na parede tomando um lanche, todo seu corpo está pregado no lugar e não apenas seus pés.

4 - Mais forte que aparenta

Em muitas versões, Peter Parker pode até ser pequeno, no entanto, graças a mutação genética que sofreu, ele também possui força sobre-humana. Apesar disso, muitas pessoas ainda o julgam pelo físico e, dessa forma, não imaginam que ele seja mais forte que o Demolidor ou o Capitão América, por exemplo. Em Amazing Spider-Man Vol. 1 #120, de 1973, o herói chegou a encarar até mesmo o Hulk.

5 - Pequeno gênio

Embora o Homem-Aranha seja um dos heróis mais conhecidos da Marvel Comics, a versão mais em popular do momento é do cinema. No entanto, o Peter Parker do universo cinematográfico ainda é um pouco dependente de Tony Stark. Nos quadrinhos, o personagem tem o intelecto bem alto. É ele quem cria seus próprios dispositivos, roupas, substancias, além de improvisar reações químicas no meio do combate. Enquanto isso, no cinema, ele não conseguiu criar seu uniforme.

6 - Metabolismo resistente, porém não imune

Após ser picado por uma aranha radioativa, o DNA de Peter Parker sofreu uma bela alteração genética. Tudo nele foi aprimorado. Sua força, agilidade, reflexos, sentidos, além de ganhar outras coisinhas. Sendo assim, seu metabolismo não ficou para trás e também sofreu mudanças. Ele é resistente a radiação e a diversas substâncias toxicas, porém não é imune a tudo. Por mais raro que seja, Peter também fica gripado. Em Amazing Sipder-Man #86, de 1970, por exemplo, o personagem teve um de seus piores casos da doença. Ele chegou a imaginar que estava perdendo seus poderes.

7 - Teias orgânicas

Originalmente, depois de ganhar seus poderes, Peter vai atrás de uma forma prática para projetar suas teias. Sendo um jovem cientista, não demorou muito para ele desenvolver sua web sooter, um dispositivo mecânico que prende no punho para atirar as redes reforçadas. Apesar de ser muito útil, vez ou outra já aconteceu dele ficar sem os fluídos. No filme de 2002, de Sam Raimi, o personagem não tem esse problema porque suas teias são orgânicas, isto é, ele não precisa do mecanismo porque seu corpo as produz. A ideia foi tão boa que também foi implantada nos quadrinhos. Assim, em Amazing Spider-Man #15-16, de 2004, o personagem "ganhou" essas habilidades - mas não por muito tempo.

Via   CBR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Instagram: @gabinoronhaf

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+