Fatos NerdNotícias

7 eventos da Segunda Era que podem ser abordados na série de Senhor dos Anéis

0

Há três anos, a Amazon anunciou que seu serviço de streaming, o Prime Video, em breve, contaria com uma adaptação de O Senhor dos Anéis em seu catálogo. Embora o universo criado por J.R.R. Tolkien já tenha ganhado uma versão cinematográfica e até mesmo alguns jogos, estava na hora de virar uma série. Sendo assim, aproveitando o espaço deixado pelo fim de Game of Thrones, as plataformas de streaming estão investindo pesado em produções de fantasia medieval. Então, enquanto a Netflix aposta em The Witcher, acompanhamos o desenvolvimento do prelúdio da Terra Média da Amazon. De acordo com o Looper, o programa se passará durante a Segunda Era, ou seja, três mil anos antes de Frodo nascer. Portanto, haverá bastante espaço para incluir diferentes personagens, acontecimentos e mitologias. Pensando nisso, selecionamos alguns eventos que gostaríamos de ver sendo abordados na série de Senhor dos Anéis.

7 – O nascimento de Númenor

Se tivéssemos de definir a Segunda Era por um único evento, certamente, seria pelo nascimento de Númenor. A civilização desta ilha foi presenteada ao homem depois que eles ajudaram a derrotar Morgoth no final da Primeira Era. A própria ilha tem a forma de uma estrela de cinco pontas e está localizada entre a Terra Média e Aman. Além disso, os Númenorianos eram considerados a civilização mais avançada da Terra Média, inaugurando uma era dourada para os homens no continente. Também foram os Númenorianos os responsáveis por viajar pela Terra Média com sua poderosa marinha e impulsionar o comércio pelo continente.

6 – O forjamento dos Anéis

Visto que a série será intitulado O Senhor dos Anéis, faria sentido apresentar tais anéis, certo? Por isso, Senhor dos Anéis começa com o poema “Um anel para governar todos eles, um anel para encontrá-los, um anel para trazer todos eles, e na escuridão prendê-los”. Isso fazia parte do plano mestre de Sauron para controlar a Terra Média e governar os reinos dos homens, anões e elfos. Então, o antagonista forjou nove anéis para homens mortais, sete anéis para os senhores anões e três para os elfos. Ele forjou os anéis com o ferreiro élfico Celebrimbor, mas saiu para forjar o um Anel antes que os anéis élficos terminassem. Enquanto Sauron ganhava controle sobre os homens, os anões pareciam imunes ao seu poder e o Celebrimbor conseguiu imbuir magia élfica em seus anéis, permitindo que eles antecipassem o plano de Sauron.

5 – A Queda de Númenor

Acima falamos sobre a importância da ascensão de Númenor, agora foquemos em sua queda. Sim, a Segunda Era também foi marcada pela queda da memorável civilização. Em suma, após ser dada aos homens, Númenor deveria seguir uma única e inquebrável regra: ficar longe das Terras Imortais. Julgando o nome, não parece algo difícil, né? Bom, na teoria sim. Porém, Sauron corrompeu os reis Númenorianos e os convenceu a construir uma frota e navegar até o local proibido. Consequentemente, esta frota foi destruída por uma grande onda e os Númenorianos e sua ilha foram destruídos e devolvidos ao mar. Apenas um grupo, conhecido como “os Fiéis”, escapou.

4 – A Guerra da Última Aliança

A Guerra da Última Aliança é um dos conflitos mais importantes da Terra Média. Aliás, esse confronto é o responsável por marcar a abertura do primeiro filme da série Senhor dos Anéis, mostrando uma aliança de elfos e homens unidos para derrotar Sauron. É nessa batalha que Isildur derrota Sauron após cortar o Anel de sua mão. Infelizmente, Isildur não destruiu o Anel nos fogos da Montanha da Perdição, resultando na Guerra do Anel milhares de anos depois, já na Terceira Era.

3 – O retorno de Sauron

Assim como pudemos ver até agora, Sauron é o grande mal de O Senhor dos Anéis. Porém, sua história é muito mais antiga do que a apresentada nos filmes de Peter Jackson. Anteriormente conhecido como Mairon, Sauron foi corrompido por Morgoth e se tornou o Lorde das Trevas de Mordor – uma narrativa semelhante à transformação de Anakin Skywalker em Darth Vader. Contudo, Sauron e Morgoth foram derrotados na Primeira Era, mas não aconteceu uma finalização e Sauron retornou na Segunda Era. Pode ser que o enredo explore o retorno de Sauron da mesma forma que Game of Thrones construiu a chegada do Rei da Noite.

2 – A construção de Barad Dur

Na Terceira Era da Terra Média, Sauron foi fortemente associado à Torre de Barad Dur em Mordor. Na trilogia cinematográfica O Senhor dos Anéis, o monumento tornou-se sinônimo do Lorde das Trevas, onde era exibido seu olho que tudo vê. Portanto, a série da Amazon poderia muito bem mostrar a construção dessa torre na Segunda Era, explorando ainda mais detalhes da ascensão de Sauron ao poder.

1 – A fundação de Gondor

Gondor é um dos reinos humanos mais notáveis em O Senhor dos Anéis, com a aliança entre Rohan e Gondor, sendo a rocha que ajudou a derrotar Sauron e vencer a Guerra do Anel. Porém, Gondor só foi fundada na Segunda Era, então faria sentido acompanhar essa consolidação desde o início.

Fonte: Screen Rant
Imagens: New Line Cinema.

Por que Idris Elba desistiu do papel de James Bond?

Matéria anterior

O que aconteceria se os museus europeus precisassem devolver obras de arte aos seus lugares de origem?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos