Há uma lenda que conta a história de uma jovem que tentou salvar um panda de ser atacado por um leopardo. Dessa forma, ao ver um leopardo perseguindo um filhote de panda, a jovem não pensou duas vezes e entrou na frente dos jovens pandas. No entanto, o leopardo, por sua vez, atacou a garota e a matou. Depois disso, muitos pandas foram em seu funeral e, como uma forma de homenagear a garota, os pandas usaram suas cinzas em voltas das patas.

Por estarem tristes com a morte da jovem, os pandas se abraçaram e limparam suas lágrimas com as patas cheias de cinzas. Assim, os pandas deixaram de ser apenas brancos e passaram a ter manchas pretas, como os que conhecemos hoje. Para além da lenda, os pandas continuam a se mostrar animais únicos e fascinantes. Por isso, separamos 7 fatos incríveis sobre os pandas.

1 - Sistema digestivo de animais carnívoros

Em sua dieta, pandas adoram bambu. Dessa forma, mesmo possuindo um sistema digestivo de animais carnívoros, eles são animais herbívoros. Isso acontece porque, durante o processo de evolução, eles se adaptaram para não precisarem de comer carne.

2 - Pandas não rugem

Publicidade
continue a leitura

Mesmo sendo animais grandes e que se parecem com ursos, eles são bastante diferentes. Assim, ao contrário do que muita gente acredita, eles não rugem. Ao invés disso, eles fazem sons que se assemelham ao rosnar e ao latir. De forma resumida, eles produzem cerca de 13 sons diferentes.

3 - Pandas-gigantes são mesmo "gigantes"?

Pandas podem crescer até 150 centímetros e pesar cerca de 150 kg. Além disso, os machos são 10% maiores e 20% mais pesados que as fêmeas. Eles também possuem dentes molares que os ajudam a esmagar o bambu e ossos fortes para segurar os brotos de bambu.

4 - Animais fofos, mas que facilmente se irritam

Publicidade
continue a leitura

Não é preciso muito para irritar um panda. Em 2017, o panda Gu Gu atacou um garoto de 15 anos que tentou subir na grade para vê-lo melhor. Em um outro caso, o mesmo panda mordeu um turista que estava bêbado. Desse modo, esse tipo de ataque em zoológicos é mais comum do que imaginamos.

5 - Baixa taxa de natalidade

Em 2015, um panda-gigante chamado Mei Xiang deu a luz à dois filhotes. Para se ter uma ideia, o evento foi tão único que, após o ocorrido, mais de 900.00 pessoas sintonizaram no canal "Panda Cam". Na época, todos queriam saber do nascimento porque ele é extremamente raro. De acordo com especialistas, as pandas fêmeas somente ovulam uma vez no ano e caso falhe, somente é possível tentar no ano seguinte.

Publicidade
continue a leitura

6 - Os pandas-gigantes são uma descoberta recente

Há 150 anos atrás, muitos de nós ainda não tínhamos certeza de que o panda-gigante era real. Assim, a primeiro ocidental a, de fato, ver o animal foi o francês Armand David, em 1869. Na época, David capturou um animal da espécie e tentou leva-lo para Paris. Contudo, o panda acabou morrendo no caminho. Depois disso, somente na década de 1920 um panda-gigante foi devidamente capturado e levado para um zoológico.

7 - Eles podem sair do risco de extinção

Sendo um tesouro nacional da China, nos últimos anos, os pandas-gigante deixaram a "zona de perigo" e entraram para a zona de "vulnerável". Isso somente foi possível, uma vez que houve um crescimento de 17% no número da população animal. Assim, mesmo que sendo um número baixo, eles são bastante animadores. Desde 1981, o país trabalha para tirar o animal do risco de extinção e, em breve, essa poderá ser uma realidade.

Publicado em: 05/08/20 14h40