As primeiras formas de vida na Terra não são os dinossauros e muito menos os seres humanos. São as bactérias. Seres tão pequenos que não podem ser vistos a olho nu. Apesar do tamanho, muitas podem causar grandes estragos, são os chamados germes, causadores de várias doenças.

Pela agilidade na multiplicação, podem se espalhar facilmente no organismo. A pessoa não verá uma bactéria a não ser que já seja uma colônia, ou seja, milhares delas aglomeradas. Esse fato pode assustar, mas existem mais detalhes sobre esses seres que não são muito comuns. Listamos alguns, confira:

1- Usar fone de ouvido

A maioria das pessoas já usou fones de ouvido pela menos uma vez na vida. O aparelho que dá mais privacidade para o usuário ouvir conteúdos de áudio esconde alguns microorganismos. Usar os fones por uma hora aumenta as bactérias dos seus ouvidos em até 700 vezes.

2- Umidade nas mãos

Publicidade
continue a leitura

Com a correria do dia a dia, muitas pessoas não se preocupam em secar bem as mãos. O que pode parecer um gesto simples, pode gerar desconfortos futuros. A pessoa com a mão molhada ou úmida pode espalhar bactérias 1000 vezes mais que com as mãos secas. Depois dessa, é interessante ficar atento a isso.

3- Tossir

Já pensou sobre a possibilidade de existir uma arma dentro do corpo para proliferação de bactérias? Pois acredite, existe algo tão forte quanto. A tosse. Quando o ser humano tosse sem colocar um lenço ou a mão na frente da boca, libera bactérias para até 3 metros.

4- Super bactéria

Publicidade
continue a leitura

Dentre as milhões de espécies de bactérias conhecidas, existe uma que intriga os cientistas. A Deinococcus radiodurans, que é tão resistente que resiste até à radiação ultravioleta do espaço, ambientes extremamente frios e oxidativos. A bactéria já entrou para o Guinness Book como a mais resistente do mundo. Os cientistas a apelidaram de "Conan the Bacterium".

5- Bactérias comestíveis

Muitas bactérias são utilizadas a favor da saúde humana. Em setores como a medicina e a culinária. Alguns alimentos são criados a partir da adição proposital de bactérias. O simples iogurte, o queijo e o fermento biológico são exemplos da boa utilização desse recurso, que entre os benefícios, ajudam na digestão.

Publicidade
continue a leitura

6- Você é mais bactéria que ser humano

O corpo humano é composto por cerca de 10 trilhões de células. Cada uma possui uma função específica: nutrição, proteção, produção de energia e reprodução. Para cada célula que compõe o corpo, existem 10 células de bactérias.

7- Habitantes do umbigo

O umbigo é uma parte curiosa do corpo. É apenas uma cicatriz deixada pelo cordão umbilical. Não tem nenhuma função para o organismo, apenas existe. O fato de não ter serventia e de estar ali só por estar, pode ser um dos fatores que faz com que seja uma parte tão esquecida. Esquecida apenas para a pessoa. Milhares de bactérias podem viver no umbigo. Cientistas encontraram 1.458 novas espécies de bactérias que vivem apenas no local. A ecologia de um umbigo é única como uma impressão digital.

Publicado em: 14/12/18 15h04