• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 hábitos de higiene nojentos comuns na Idade Média

POR PH Mota    EM História      12/01/17 às 15h08

A gente sabe que muita coisa na Idade Média era completamente diferente de hoje em dia. Por conta das opressões de governos e interesses religiosos, muito avanço foi evitado e muita gente foi deixada na miséria.

A falta de tecnologia e a manutenção de hábitos rudimentares fazia com que grande parte dos problemas estivessem no campo da saúde e da higiene. Coisas que são completamente absurdas hoje em dia, eram comuns e até mesmo estimuladas pelas autoridades na época.

Conheça aqui alguns dos hábitos que podem te deixar assustados e enojados com o estilo de vida da época medieval.

1 - Banheiro na madrugada

1

Sabe aqueles dias em que você está na cama pronto para dormir ou acorda no meio da noite com uma tremenda vontade de ir ao banheiro? Quando o mesmo acontecia na Idade Média, as pessoas apenas pegavam um pequeno pote utilizado como penico e deixavam a urina ou as fezes ali por toda a noite, até a manhã seguinte.

2 - Descarga

2

Quando alguém acordava de manhã numa residência da Idade Média e não queria que o odor do penico cheio se espalhasse, precisava chegar o conteúdo fora. Ao invés de jogar num local apropriado, era comum as pessoas simplesmente abrirem a porta de casa para jogar todo o conteúdo no meio da rua.

3 - Remédio contra calvície

3

Ainda hoje, existe uma luta de vários homens contra o problema da calvície e queda de cabelo, a partir da utilização de diferentes remédios e técnicas que garantem a cabeleira em dia e saúde. Na época medieval, o remédio não era dos mais higiênicos. Para voltar a ter cabelos, os carecas precisavam esfregar uma mistura de sal com fezes de galinha no couro cabeludo.

4 - Banhos públicos

4

A menos que você alguém muito rico com cômodos dedicados para os banhos dentro de casa, ou até mesmo funcionários que cuidariam de sua limpeza, teria que recorrer aos banhos públicos para se limpar. O número de pessoas nos espaços era muito alto e a água era compartilhada com todos os presentes. Além disso, era comum que os banhos não fossem recomendados durante o verão.

5 - Papel higiênico

5

O papel higiênico não se tornou comum na Europa até o fim do século 16. Antes disso, as pessoas tinham dificuldades para se limpar após usar o banheiro. Quem não fazia parte da realeza, precisava limpar as partes íntimas com pedras deixadas ao lado das fossas ou com folhas de plantas.

6 - Absorventes

6

Se a população da época medieval não conhecia o papel higiênico, está fora de cogitação imaginar que as mulheres tinham acesso a absorventes internos ou externos. Como alternativa, era comum que elas utilizassem montes de musgo para conter o fluxo menstrual.

7 - Guarda-roupas

7

A maioria das pessoas na Idade Média não tinha um guarda-roupas repleto de opções de looks disponíveis. Era normal que cada um tivesse quatro conjuntos de roupas, um para cada estação, isso quando conseguiam manter toda essa variedade. Além disso, era normal que as roupas fossem feitas de lã, o que as deixava muito difíceis de limpar.

E aí, o que achou dos estranhos hábitos? Qual deles achou mais nojento e repugnante? Conte para a gente nos comentários.

Próxima Matéria
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+