• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 invenções antigas que os cientistas não conseguem explicar

POR Mateus Graff    EM Ciência e Tecnologia      31/07/17 às 15h36

Vocês já vira quantas coisas nesse mundo continuam sendo um mistério mesmo depois de serem estudadas? Algumas coisas parecem que quanto mais analisadas são pelos especialistas, mais perguntas aparecem. Bom, nós já escrevemos sobre alguns mistérios do planeta, como os 7 mistérios da vida real que mais parecem ficção e 7 maiores mistérios sem solução da física, e hoje vamos falar de invenções antigas que até hoje não conseguimos descobrir suas funções.

E que tal aviões em miniaturas feitos em ouro que foram fabricados há 1500 anos atrás? Ou mesmo um pilar feito a milhares de anos que nem chega a enferrujar? São coisas assim que nós vamos mostrar nessa matéria com as 7 invenções antigas que os cientistas não conseguem explicar, confiram:

1 - Miniaturas de aviões feitos em ouro

Até que não é de se  estranhar um pequeno avião feito de ouro, a não ser que eles tenham sido feitos há 1500 anos. No início do século XX, uma expedição nas florestas da Colômbia encontrou artefatos feitos de ouro. Vários deles tinham o formato de peixes, insetos, e curiosamente alguns que se pareciam com aeronaves modernas. O mais curioso disso tudo é que depois de sere analisados por especialistas, foi confirmado que os modelos de aviões de fato tem propriedades aerodinâmicas.

2 - Dodecaedro romano

Dodecaedro romano é um pequeno objeto oco de bronze ou pedra em forma dodecaedro, com doze faces retas pentagonais, cada uma com uma abertura circular no meio (de diâmetro variável) que se conecta ao centro vazio. Cerca de 100 desses objetos foram encontrados nos territórios de diferentes países, como Itália, Inglaterra, França, Alemanha, Hungria e Vietnã. Existem as hipóteses de que dodecaedro poderia servir como um castiçal, dado, arma de guerra, brinquedo infantil, instrumento de análise, mecanismo para determinar a época das colheitas, mecanismo utilizado para calibrar sistemas de canalização, e apoio de estandartes do exército, mas ninguém nunca conseguiu achar uma explicação concreta para o objeto.

3 - A lente de Ninrud

A lente Nimrud de 3.000 anos atrás foi descoberta no palácio de Nimrud, no Iraque, em 1853. Alguns especialistas acreditam que ela fazia parte de um antigo telescópio que os babilônios utilizavam, daí o seu avançado conhecimento de astronomia, mas ainda continua um mistério a função desta lente.

4 - Disco de Festo

O Disco de Festo é um achado arqueológico, datado da metade ou final da Idade do Bronze da Civilização Minoica. Ele foi descoberto em julho de 1908 pelo arqueólogo italiano Luigi Pernier no sítio arqueológico do palácio minoico de Festo, próximo a Hagia Triada na costa sul de Creta. Sua função? Bom, se alguém de vocês souberem comentem na matéria pra gente, porque nem os arqueólogos sabem para que servia o disco.

5 - Disco de Sabu

O estranho disco foi descoberto em 1936 por Brian Walter Emery, um dos maiores egiptólogos de sua época. Escavando na zona arqueológica de Saqqara, no Egito, ele descobriu a tumba do Príncipe Sabu, filho do faraó Adjuib. Com 61 centímetros de diâmetro e 10 centímetros de altura na parte central, é feito de um tipo de xisto, rocha muito frágil e quebradiça, o que torna incrível suas três dobraduras. Existe um orifício que sugere que tal disco era usado para ser girado em um eixo, mas ninguém nunca conseguiu descobrir a real função do objeto.

6 - Pilar de ferro de Déli

Pilar de ferro de Déli é uma coluna de ferro de sete metros de altura que faz parte do Complexo de Qutb, localizado na cidade de Déli, na Índia, e que é famosa por sua composição resistente à ferrugem dos metais utilizados na sua construção. Existe a hipótese de que a coluna foi feita com material de meteoritos, mas isso nunca foi confirmado.

7 - Vidro flexível

Entre os anos 14 e 37 a.C., um homem que mexia com vidro descobriu uma substância chamada de "vidro flexível". O profissional fez uma taça como esse material para o imperador Tibério, de Roma. O imperador achou que esse material poderia desvalorizar o ouro e a prata, e por isso, ordenou a execução do homem que fez a tal taça de vidro flexível. mandando para o túmulo também o segredo do material.

E aí, já conheciam todas essas invenções sem explicações científicas? Comentem!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+