7 mitos sobre animais que quase todo mundo acredita

POR Ultra Curioso    EM Natureza      17/08/15 às 19h22

O mundo animal sempre foi cheio de mistérios e, muito provavelmente, sempre vai ser. Quando pensamos que o homem já descobriu e registrou todas as espécies de animais do planeta, surgem novas e incríveis espécies; quando acreditamos que já sabemos tudo sobre os animais catalogados, aparecem novos fatos que jogam tudo o que sabemos por terra. Tudo isso para provar que o que conhecemos sobre os animais é apenas a 'ponta do iceberg'.

E no meio científico não é diferente. Não é raro os cientistas e pesquisadores fazerem novas descobertas e constatações que desmentem tudo o que acreditavam anteriormente. É partir daí que surgem as lendas em tornos dos animais que praticamente todo mundo pensa ser verdade.

Você vai ver agora 7 mitos animais que quase todo mundo ainda acredita, e que já foram desmentidos há muito, muito tempo!

1. Os camelos não armazenam água em suas corcovas

camelos1

Ao contrário do que se pensa, a corcova do camelo é um grande depósito de gordura, e não de água. O corpo do camelo vai usando a gordura das corcovas aos poucos como alimento, e é por isso eles podem viajar longos períodos pelo deserto sem comer, o que faz as corcovas diminuírem de tamanho nessas ocasiões.

2. A centopeia não tem 100 pernas

centopeia 1

Variando a espécie, a centopeia pode ter de 28 a 354 patinhas. Ainda assim, é o animal com mais pernas do mundo.

3. Tocar um sapo não dá verrugas

sapo-cururu

Muitos sapos têm caroços e erupções na pele que parecem verrugas, e muita gente pensa que são contagiosos. A verruga, na verdade, é causada por um vírus específico dos humanos. Mas muito cuidado: tocar a parte posterior das orelhas de sapos pode ser bastante perigoso. Essas glândulas parótidas contêm veneno que causa irritação na pele humana.

4. A fêmea do louva-a-deus não devora o macho depois do ato sexual

tumblr_maeomiwwR71rfyabio1_1280

Acredita-se que a primeira vez do louva-a-deus macho é sempre sua última: antes do final do ato sexual, a fêmea arrancaria e devoraria sua cabeça. Mas o comportamento está longe de ser uma regra. Observando a cópula de louva-a-deus, cientistas constataram que a decapitação do macho acontece em apenas 1 em 69 casos.

5. O elefante não toma água com a tromba

a56

Ao contrário do que se pensa, o elefante não bebe água com a tromba. A tromba é o nariz do elefante e funciona como um canudo. Ele puxa a água e a esguicha na boca ou nas costas e é capaz de armazenar 10 litros de água nessa parte do corpo.

6. A avestruz não enfia a cabeça na terra

Ostrich

As pernas da avestruz são suficientemente grandes para essa ave se defender de quem a ataca (ou para fugir correndo). Ela, na verdade, encosta o ouvido no chão para perceber a vibração do solo e a aproximação de eventuais predadores. Nessa posição, o animal também consegue se misturar com a vegetação e afastar qualquer risco de ataque.

7. Elefantes não têm medo de ratos

ratoeele

Na verdade, os ratos para os elefantes são como formigas para os humanos.

 

Ultra Curioso
Ultra Curioso o acervo de um dos maiores sites de curiosidades brasileiros.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+