Curiosidades

7 tiranos tirados do poder pelo próprio povo

0

Embora vivamos em países onde os governos tomam as decisões em prol da população, devemos saber que somos nós quem estamos no poder. Isso porque o povo é o responsável por colocar cada um no seu devido lugar, inclusive o Presidente, que é eleito por meio de votação. Sendo assim, podemos fazer as cobranças necessárias, sugerir mudanças e, é claro,  retirar do poder quem não nos representa mais. No entanto, nem sempre é assim que funciona, principalmente em países onde há ditadores no poder. Ao longo da história, tiveram situações onde o povo conseguiu retirar os governos mais resistentes do poder. Nem sempre acabou bem.

Pensando um pouco mais sobre o assunto, resolvemos trazer essa matéria para você, caro leitor. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou alguns tiranos tirados do poder pelo próprio povo. Se você souber de outro que não listamos aqui, manda pra gente aí embaixo. Sem mais delongas, confira conosco.

Tiranos tirados do poder pelo povo

1 – Saddam Hussein

Os Estados Unidos demoraram pouco mais de três semanas, para derrubar o regime do ditador iraquiano Saddam Hussein. Nesse mesmo tempo, o povo derrubava uma estátua do mesmo em Bagdá, enquanto Saddam fugia para o interior do país. Com isso, os Estados Unidos passou a procurar por ele, chegando a matar seus dois filhos, Uday e Qusay. Saddam foi capturado após a revolta do povo e julgado e condenado à pena de morte por enforcamento. Saddam foi o líder do Iraque entre 1979 e 2003.

2 – Hosni Mubarak

Hosni é um militar egípcio, que governou seu país entre 1981 e 2011. No último ano no poder, renunciou ao cargo, com 82 anos. O governante fez isso após 18 dias de protestos do povo no Egito. Hoje, longe do poder, ele aguarda por julgamento no Cairo, pela morte de 850 manifestantes.

3 – Slobodan Milosevic

Em outubro de 2000, milhares de sérvios tomaram o poder de Slobodan, ex-presidente do país. Ele comandou o país, entre 1989 e 1997, e posteriormente, a República Federal da Iugoslávia de 1997 e 2000. O povo exigiu sua deposição após anos no poder. Após sair, foi preso, acusado por crimes de guerra contra a humanidade e genocídio. Esses foram cometidos durante a guerra civil iugoslava. O ex presidente foi encontrado morto em sua cela no dia 11 de março de 2006. O homem sofria do coração e pressão alta.

4 – Jean-Claude Duvalier

Jean-Claude, mais conhecido como Baby Doc, é um ex-ditador do Haiti. Ele assumiu o poder aos 19 anos, sendo então considerado o presidente mais novo do mundo. Comandou o país entre 1971 e 1986. O seu período, como líder político do país, não foi bem sucedido, desestabilizando o país por completo. A revolta do povo diante da crise econômica e empobrecimento da população fez com que ele deixasse aquilo de lado. Em 1985, Baby Doc fugiu para um exílio na França. Entre 1985 e 1990, o Haiti buscou estabilização em sua situação política.

5 – Fernando Collor

Fernando foi o primeiro presidente eleito, após quase 30 anos, mas ficou apenas 33 meses no poder. O Brasil passava por uma crise econômica na época, com hiperinflação. Collor então passou a confiscar depósitos bancários e fez isso por 18 meses. O presidente perdeu apoio do povo e também no Congresso. As pessoas ficavam cada vez mais revoltadas com Collor, até que sofreu o impeachment, sendo afastado da presidência.

6 – Fulgencio Batista

Fugencio foi quem ostentou de fato o poder em Cuba, entre 1933 e 1940. Ele foi o presidente oficial do país de 1940 a 1944, e novamente de 1952 a 1959, como ditador. No período do seu poder, Cuba até mesmo atuou na Segunda Guerra Mundial, ao lado dos aliados, declarando guerra ao Japão. Ele instaurou o regime autoritário no país, causando a revolta no povo. Batista foi deposto por Fidel Castro em 1989, sendo totalmente exilado na Ilha de Madeira e no Estoril, em Portugal, depois na Espanha, até morrer na Guadalmina.

7 – Alfredo Stroessner

Alfredo foi presidente do Paraguai entre 1954 e 1989. Ele tirou Federico Chávez da presidência com um golpe de estado. Alfredo foi presidente por sete mandatos consecutivos. Seu regime foi marcado por uma dura repressão aos opositores e diversas denúncias por corrupção. O povo então se revoltou contra ele. Em 1989, o ex-ditador foi derrubado e expulso para o Brasil, onde morreu aos 93 anos, em Brasília, vítima de problemas pulmonares.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

7 fatos reais que tornaram medos comuns e menos assustadores

Matéria anterior

O que aconteceu com o primeiro cientista a criar bebês editados geneticamente?

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar