• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 torturas terríveis sofridas pelos primeiros cristãos

POR Gustavo Camargo    EM História      14/03/18 às 14h11

Os cristãos nem sempre tiveram uma vida boa. Os primeiros foram perseguidos até a morte por suas crenças. Dos 11 discípulos de Jesus, Pedro, Simão, Felipe, Judas (irmão de Tiago) e André, foram todos crucificados em várias partes do mundo.

Pedro pediu para ser crucificado de cabeça para baixo, um pedido que os romanos estavam muito felizes de conceder. E foi pensando nessas pessoas que nós da Fatos Desconhecidos trouxemos os 7 métodos mais bizarros e dolorosos de tortura infligidos aos cristãos durante o início do Cristianismo. Confira:

1 - Cozidos

São Lourenço é bastante conhecido pela forma que morreu. Ele encontrou seu fim quando um prefeito romano pediu que os dízimos da Igreja Católica fossem entregues ao estado. Lourenço trouxe sua pequena congregação e lhe ofereceu o pouco dinheiro que tinham. O prefeito enfurecido pela pouca quantia ordenou que todos fossem colocados em placas de metal e assados sobre brasas.

2 - Arrastado por uma carruagem

O próprio Marcos, que escreveu o Evangelho de Marcos, foi o fundador da igreja cristã em Alexandria e pregava para as pessoas que deveria desistir de seus deuses egípcios. Ele conseguiu converter muitas pessoas enquanto vivo, até quando uma multidão enfurecida o amarrou com uma corda em uma carruagem e o arrastou até vir a óbito.

3 - Remoção de pele

Só pelo nome não parece algo agradável, não é verdade? Para evitar que as pessoas tentassem fugir, eles eram penduradas de cabeça para baixo, de modo que o fluxo sanguíneo fosse para o cérebro, o que os obrigava a permanecer conscientes. A pele era cortada em tiras, e cada tira era retirada do corpo com ajuda de uma faca. Foi assim que Bartolomeu, um dos 12 apóstolos, foi morto pelos habitantes locais na Armênia.

4 - Cera e fogo

Essa forma de tortura foi planejada pelo próprio Nero. Não foi apenas para causar dor aos cristãos, mas para uma forma de entretenimento para seus convidados. Ele teria crucificado cristãos em árvores dos seus jardins, cobrindo-os com cera e os incendiando.

5 - Fome

Durante o reinado do imperador Decius, ele teve um templo em Éfeso e exigiu que todos os cristãos se sacrificassem pelo bem do imperador. Mas acabaram se recusando pois tal ato era contra sua fé.

Um tempo depois, sete dos melhore soldados de Decius, foram descobertos como cristãos. Decius tentou suborná-los de volta à fé romana, dando-lhes um longo período de folga enquanto ele estava ausente. Eles fugiram da área e se esconderam em uma caverna. Após o retorno de Decius, ele foi informado de seu paradeiro e tinha a caverna selada. Todos os sete morreram de fome.

6 - Fervidos até a morte

Segundo crenças, o apóstolo João, que escreveu o Evangelho de João, sobreviveu a tortura de ser cozido vivo em um caldeirão de óleo. Depois foi exilado para a Ilha de Patmos, no mar Egeu.

7 - Porcos

Em 363, Júlio, ordenou que Marcos reparasse um templo pagão em ruínas, mas Marcos teve uma ideia melhor. Ele o destruiu e depois fugiu para outra cidade. Júlio logo falou que toda sua raiva seria descarregada nos cristãos se Marcos não retornasse. O povo enfurecido com a atitude de Marcs o arrastou pelas ruas, nu, o apunhalando com armas pontiagudas. Depois disso ele teria sido deixado para vespas, abelhas e porcos para o devorarem.

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Próxima Matéria
Via   Listverse  
Gustavo Camargo
A verdade é que eu queria ser astronauta, mas na minha cidade ainda não tem a escolinha. Instagram: gustavoloopi
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+