Curiosidades

A história de Roberto Guilherme, nosso eterno “Sargento Pincel”

0

Na última quinta-feira (10/11), o ator e humorista Roberto Guilherme faleceu aos 84 anos de idade, em decorrência de um câncer, com o qual lutava desde que teve o diagnóstico descoberto há alguns anos.

Roberto Guilherme ficou conhecido por sua careca, que virou sua característica mais famosa depois de ter os cabelos raspados após uma enquete humorística.

Edward Guilherme Nunes da Silva, nome real do ator, nasceu em 25 de agosto de 1938, em Ladário, Corumbá. Seu nome artístico foi escolhido em homenagem ao cantor Roberto Carlos, por quem possuía um grande admiração.

Veja abaixo algumas curiosidades sobre a vida do humorista:

Roberto Guilherme já foi atleta

Foto: Divulgação/ Globo/ Lance

Quando tinha oito anos de idade, o ator se mudou para o Rio de Janeiro. Aos 11 anos, ele começou a trabalhar em uma tamancaria. No entanto, como muitos garotos, ele tinha o sonho de ser jogador de futebol. Roberto Guilherme começou a jogar profissionalmente aos 14 anos.

Sua posição era de ponta-esquerda, pela qual jogava no time Vasco da Gama. Roberto Guilherme chegou a jogar ao lado de Pelé na Seleção Brasileira Militar, em diversos países, como Panamá, Colômbia, Inglaterra e Estados Unidos. Inclusive, ele chegou a ser campeão sul-americano.

Período Militar

Foto: Instagram/ sgtpincel1 /Reprodução

Quando tinha 18 anos, Roberto Guilherme foi chamado para prestar serviço militar no Exército Brasileiro. O humorista chegou a se tornar sargento paraquedista.

De acordo com informações do portal Memórias Cinematográficas, repercutidas pelo portal Aventuras na História, foi no serviço militar que ele conciliou a vida de sargento com o esporte.

Também foi no exército que seu lado criativo começou a aparecer. Na época, Roberto Guilherme escreveu uma peça de teatro amador que foi encenada no Olaria Atlético Clube. 

Um dia, um ator da peça faltou e Guilherme precisou substituí-lo. Um produtor que estava assistindo à peça chamou o militar para trabalhar na TV RIO.

Papel no humor

Foto: Matheus Cabral/ TV Globo

O ator começou a trabalhar na TV Excelsior em 1963. Na empresa, Roberto Guilherme conheceu Renato Aragão. Juntos, eles contracenaram pela primeira vez no humorístico “Um Dois, Feijão Com Arroz” (1965). A produção também contava com Dedé Santana, Dary Reis e Átila Iório no elenco.

Logo em seguida, ele entrou para o elenco fixo de “Adoráveis Trapalhões”, que reunia Didi, Ted Boy Marino, Ivon Cury e Wanderley Cardoso. 

Com o mesmo elenco, Roberto Guilherme também trabalhou em “Os Legionários” (1965). No programa, ele dava vida a um militar sem nome. Esse foi o primeiro passo para o desenvolvimento do Sargento Pincel.

Sargento Pincel

Foto: Divulgação/ Globo

Após ter participado de vários programas e ter realizado trabalhos no cinema, Roberto Guilherme foi para a TV Record. Em 1996, ele apresentou ao mundo o Sargento Pincel no programa “Quartel do Barulho” pela primeira vez.  Na mesma emissora, ele fez dupla com Renato Aragão no programa “Praça da Alegria”.

O ator também tentou emplacar outro personagem de sucesso. Em 1980 chegou a fazer teste para interpretar o palhaço Bozo, no SBT, no entanto, acabou perdendo a vaga para Wandeko Pipoca.

Os Trapalhões

Foto: Divulgação/ Globo

“Os Insociáveis” (1971-1974), que reunia no elenco Didi, Dedé, Mussum e a cantora Vanusa, foi transferido para a emissora Tupi, em 1975. Após isso, Zacarias passou a ser o quarto integrante do grupo, no lugar da cantora. Já Roberto Guilherme participava do programa vivendo personagens de apoio.

No ano de 1981 o ator foi para a Rede Globo. Na emissora, ele atuou em “Os Trapalhões”, memória que a maioria dos brasileiros tem do artista. 

A parceria de Roberto Guilherme e Renato Aragão foi longa, de 1965 até 2013. O humorista atuou em vários projetos liderados pelo intérprete do Didi.

Inclusive, uma das parcerias foi produzida por uma emissora portuguesa, a SIC, que exibiu “Os Trapalhões em Portugal” entre os anos de 1995 e 1997.

Fonte: Aventuras na História

Pescadores encontraram tesouro dentro de uma baleia

Previous article

“Homem que matou Plutão” parece ter encontrado outro planeta

Next article

Comments

Comments are closed.