Afinal, como funciona uma bomba de hidrogênio?

POR Gustavo Camargo    EM Ciência e Tecnologia      06/10/17 às 17h23

O processo de criação da bomba de hidrogênio envolve muito mais energia do que a da bomba atômica. Está um pouco confuso de entender? Bom, funciona assim, para que seja possível acionar uma bomba atômica são necessários explosivos, para que seja possível acionar uma bomba de hidrogênio é necessário uma bomba atômica com potencial equivalente às que foram lançadas sobre as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki.

"É um processão tão violento em termos de geração de energia que até hoje em dia não foi possível controlar. É o mesmo que acontece no Sol, onde ocorre a fusão de uma quantidade absurda de hidrogênio. O Sol é formado basicamente de hidrogênio", diz o professor Ennio Peres da Silva.

Fissão e fusão

Bomba de hidrogênio

A fissão nuclear é feita a partir de elementos pesados como o urânio e o plutônio, que possuem em seus núcleos muitos prótons e nêutrons (92 prótons no urânio e 94 no plutônio). O que ocorre é a quebra do núcleo do átomo quando se acrescenta um nêutron, libera mais nêutrons, o que provoca uma reação em cadeia. O que significa que basicamente o núcleo foi dividido por um nêutron e liberou 2 ou 3 nêutrons, que vão atingir outros núcleos de outros átomos e dividi-los também, o que vai ocasionar uma reação em cadeia que vai liberando uma grande quantidade de energia.

Fabricação

Para fabricar a bomba de hidrogênio, se usa um metal que absorve hidrogênio na forma de deutério, como o lítio. "É possível fazer uma combinação de urânio ou plutônio de forma que, quando o urânio explodir, o deutério se funda". "Os explosivos usados são mantidos em segredo, mas provavelmente são explosivos plásticos arranjados de forma especial."

Radioatividade

O urânio é um elemento extremamente radioativo, enquanto apenas o isótopo trítio do hidrogênio também é. Quando fazemos a comparação entre uma bomba atômica e uma de hidrogênio da mesmo potência, a radioatividade liberada na atômica é maior. A de hidrogênio libera mais colar do que radiação.

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Gustavo Camargo
Gustavo Camargo, 18 anos, Goiano, Publicitário, Homão da Porra. Fascinado por League of Legends, Hearthstone, Lúcifer (série) e Literatura.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+