CuriosidadesHistóriaMundo afora

Afinal de contas, por que as pessoas dirigem do lado esquerdo na Inglaterra?

0

Quem já foi à Inglaterra ou viu filmes sobre o país deve ter notado uma diferença drástica quando o assunto é o ato de dirigir. Isso porque, na Terra da rainha – e em outras nações “simpatizantes”, como Escócia, País de Gales, Irlanda, Índia, África do Sul, Austrália, Nova Zelândia e o Japão – o trânsito segue o que é chamado de “mão inglesa”, ou seja, o fluxo segue pelo lado esquerdo. Mas por que isso acontece?

Bom, para explicar essas opções, é preciso – antes de mais nada – voltar na história. Conforme especialistas, esse costume remonta os tempos medievais, quando a condução de cavalos e de outros meios de transportes movidos por tração animal se dava pela esquerda, já que a mão direita era usada para manusear a espada. (Clique para ler também: Os 7 carros mais rápidos do mundo).

1

Além disso, o papa Bonifácio VIII, por volta de 1300, exigiu que os peregrinos que se encaminhassem a Roma seguissem pelo lado esquerdo das estradas, a fim de organizar o fluxo das pessoas e do “trânsito” da época. Esse sistema, aliás, permaneceu vigente até o século XVIII, quando o então imperador francês, Napoleão Bonaparte, cismou e resolveu desenvolver seu próprio sistema de tráfego.

3

Enquanto todo o império britânico permaneceu fiel ao sistema medieval, a França se “endireitou”, se é que você entende. A partir de então, começou a rolar um “jogo de influências” pelo mundo. Os Estados Unidos, por exemplo, que estavam desesperados para aniquilar de suas terras tudo que remetesse à antiga colônia, adotou na mesma hora a chamada ” mão francesa”, pelo lado direito; e acabou disseminando esse costume pela América.

Já os ingleses, que passaram a considerar o lado esquerdo uma questão de honra, também encontraram formas de conseguir “aliados” para seu modelo de tráfego. Foi assim, por exemplo, que em 1859, o ministro britânico, em viagem ao Japão, conseguiu convencer o pessoal dos olhinhos puxados a seguirem também pela esquerda das pistas.

Mas, como todo mundo sabe, o domínio mundial da indústria automobilística americana é muito maior e mais influente que a “polidez” britânica, fator que acabou popularizando o modelo napoleônico como um padrão em quase todo o planeta. O último país, aliás, a fazer a mudança foi a Suíça, que passou a seguir pelo lado direito em 1967.

Quartos de crianças ao redor do mundo, uma série que você precisa ver

Artigo anterior

10 serial killers tão monstruosos que nem parecem humanos

Próximo artigo