Ciência e Tecnologia

Após explodir no ar, quais os próximos passos da Starship?

0

A explosão do foguete Starship da SpaceX se tornou notícia alguns minutos após uma decolagem bem-sucedida.

A empresa liderada por Elon Musk explicou o incidente em uma nota, descrevendo a situação como uma desmontagem imprevista antes da separação do palco.

O Starship é o foguete mais poderoso da atualidade, sendo um marco importante na missão da SpaceX de enviar humanos à Lua e a Marte no futuro.

Além desse imprevisto, o lançamento da Starship já tinha sido adiado no início da semana. Isso por conta de um problema técnico envolvendo uma válvula de pressurização que parecia estar congelada.

A SpaceX continuará a revisar os dados e a trabalhar em seu próximo teste de voo para melhorar a confiabilidade da Starship. A empresa parabenizou sua equipe pelo emocionante primeiro teste de voo integrado da Starship.

Via Potiguar

O que é o foguete Starship?

O Starship é o foguete da SpaceX, um modelo de última geração projetado para transportar tripulantes para destinos distantes, incluindo a Lua e Marte.

O equipamento é a maior e mais poderosa nave em desenvolvimento, com a capacidade de acionar 31 motores de foguete ao mesmo tempo, o maior número da história. Essa conquista foi um “grande passo à frente” pela agência governamental americana.

O foguete Starship produz 17 milhões de libras de empuxo, o que é mais do que o dobro do empuxo gerado pelos foguetes Saturn V usados nas missões Apollo para a Lua.

Ele tem uma altura de 120 metros quando integrado ao propulsor Super Heavy. Além disso, é projetado para ser totalmente reutilizável, o que a SpaceX acredita que pode ajudar a reduzir custos.

Desde 2019, a SpaceX vem testando o Starship por meio de diferentes lançamentos. Contudo, seu desenvolvimento e sucesso ganharam ainda mais impulso após a Nasa fechar um contrato de US$ 2,9 bilhões com a empresa em abril de 2021. O investimento visa aprimorar o sistema de pouso humano.

O objetivo é usar o Starship para levar astronautas até a superfície lunar durante a missão Artemis III, que está programada para ocorrer em 2025.

Esse sucesso pode abrir caminho para a exploração do espaço profundo e a possibilidade de enviar humanos a outros planetas no futuro. Por isso, a SpaceX está dedicada a melhorar a confiabilidade da nave e reduzir os custos para tornar a vida multiplanetária uma realidade.

Via UOL

Protótipo já explodiu

Por outro lado, outros protótipos já tinham explodido antes da Starship, colocando em xeque o sucesso desse projeto.

Durante uma tentativa de pouso em dezembro de 2020, o protótipo SN8 explodiu quando estava a cerca de 13 quilômetros de altura no Texas.

No entanto, embora o teste seja um sucesso, na opinião do CEO da SpaceX, Elon Musk, ele explicou que a baixa pressão no tanque coletor de combustível durante o pouso causou uma velocidade elevada no contato e também resultou em uma “desmontagem rápida não planejada”.

No entanto, a equipe da SpaceX obteve todos os dados necessários para informar o desenvolvimento do foguete Starship no futuro.

A SpaceX planejava lançar um teste de voo completo do Starship em 15 de abril de 2021, mas o lançamento foi adiado várias vezes.

Em seu site oficial, a empresa afirmou que o sucesso desse teste é medido pelo quanto a equipe pode aprender.

Além disso, reforçou como isso irá melhorar a probabilidade de sucesso no futuro, à medida que a SpaceX continua a avançar rapidamente no desenvolvimento da Starship.

Com um histórico de testes anteriores, incluindo o sucesso e a falha do protótipo SN8, a SpaceX continua a trabalhar em direção ao seu objetivo de enviar humanos à Lua. Eventualmente, irá a Marte com o foguete Starship.

Por isso, o sucesso deste teste de voo integrado será um passo significativo nessa missão ambiciosa.

 

Fonte: Globo

Imagens: UOL, Potiguar

58 pessoas morreram após seguir seita que pregava jejum no Quênia

Previous article

Confira foto da menor Lua de Marte identificada pelos Emirados Árabes

Next article

Comments

Comments are closed.