As 10 prisões mais perigosas e brutais do mundo

POR A redação    EM Lugares & Construções      12/08/15 às 08h30

Enquanto algumas prisões são realmente muito agradáveis com televisores, trabalho fora das celas, mesas de ping pong e porções fartas de alimentos (sim, elas existem), existem inúmeras prisões (principalmente em países subdesenvolvidos), que são chamadas de "Inferno na Terra".

Claro, há aqueles de vocês que vão dizer, os presos devem ter pensado duas vezes antes de cometer um crime. A maioria das piores prisões no mundo são criticadas por suas condições.

O Ultra Curioso lista a seguir as 10 prisões mais perigosas e brutais do mundo:

Alcatraz, San Francisco, Califórnia

A 'Ilha do Diabo' é uma prisão que foi construída na década de 1920 e foi projetado de tal forma que a fuga era improvável. Como os internos perdiam o contato com o mundo exterior, eles foram submetidos a guardas abusivos e arrogantes.

Prisão Central de Gitarama, Ruanda

42

Descrito como o inferno na terra, todos os presos foram condenados a comer, dormir, viver e morrer espremidos em celas com quatro homens por metro quadrado. Projetado para abrigar 400 pessoas, a população carcerária para mais de 7.000 pessoas em meados dos anos 1990.

Durante o genocídio de Ruanda, os presos foram deixados para morrer na prisão. Em meio a disenteria e desespero, os presos morreram de forma lenta e dolorosa.

Prisão Diyarbak?r, Turquia

43

É uma das instituições penais mais sádicas e ameaçadoras do mundo. É citada como a prisão com o maior número de violações dos direitos humanos por prisioneiro. Conhecido por um grande número de casos de tortura física e mental, a prisão também ganhou notoriedade por suas condições inabitáveis e abuso sexual de presos.

Supermax ADX Florence, Colorado

44

Esta prisão de segurança máxima foi construída em resposta aos ataques cometidos contra os guardas e funcionários de outras prisões na América. Os presos sofrem de tortura psicológica, levando alguns a cometerem suicídio.

El Rodeo, Guatire, Venezuela

45

Durante a presidência de Hugo Chávez, as taxas de criminalidade subiram e as prisões do país ficaram superlotadas. Tortura e mortes de presos são comuns.

La Sabaneta, Venezuela

46

Em um dos estabelecimentos penais mais brutais da América do Sul, a violência é uma ocorrência diária. Além de estar à mercê de doenças, alimentos e cuidados insuficientes, pouco ou nenhum serviços médicos e funcionários mal pagos, os presos também foram deixados à sua própria sorte.

Prisão de Bang Kwang, Tailândia

47

A prisão mais violenta de toda a Tailândia abriga muitos prisioneiros estrangeiros e presos do corredor da morte. Ela é conhecida por ser superlotada, falta de pessoal e ter condições de vida deploráveis.

Prisão Militar de Tadmor , Síria

48

Apelidado pela Anistia Internacional como a prisão mais opressiva do mundo. O pior caso ocorreu em junho de 1980, quando o presidente Hafez al-Assad ordenou as mortes de todos os prisioneiros como retaliação à tentativa de assassinato em sua vida pela Irmandade Muçulmana.

Carandiru, Brasil

49

Foram 1.300 mortes no decorrer de seus 46 anos de história. Ela foi fechado em 2002 devido às campanhas da Anistia Internacional em meio a relatos de graves violações de direitos humanos que o governo brasileiro não poderia responder.

Campo 22, Coréia do Norte

50

O notório campo de concentração ganhou atenção internacional em 2012 depois que descobriram que presos políticos eram levados para lá desde 1965. Além disso, o campo de extermínio submeteu os presos à tortura extrema e experimentação humana onde eles se tornaram ratos de laboratório para armas biológicas como o antraz e outras brutalidades.

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+