Como os anabolizantes agem no nosso corpo?

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      12/08/15 às 08h32

Os anabolizantes, também conhecidos como esteroides ou bombas, são hormônios naturais e/ou sintéticos que estimulam o crescimento e divisão celular, o que resulta no desenvolvimento muscular e ósseo. São substâncias geralmente derivadas da testosterona, que podem ser administradas via oral ou intramuscular.

Atualmente, os esteroides (em especial os sintéticos, que imitam a testosterona) são usados por atletas ou qualquer pessoa que queira resultados rápidos na hora de malhar. Mas os efeitos colaterais podem ser catastróficos e causar danos à saúde do usuário.

Descubra como os anabolizantes agem no nosso corpo:

Dentro do corpo

corrente-sanguínea

Ao cair na corrente sanguínea, os esteroides se espalham pelos órgãos, músculos e demais tecidos do corpo. Nas células dos músculos ele estimula a retenção de líquidos, que gera o inchaço da musculatura.

Mais crescimento

treino-de-biceps-hipertrofia

Os anabolizantes fazem as células produzirem proteínas mais rápido, que é o que forma os músculos. Com isso, o tecido ganha mais poder de contração e cresce mais. Isso ocorre porque as células, já inchadas de água, se contraem mais, permanecendo esticadas, "inchando" o músculo.

Músculos fortes, o resto nem tanto

cuantos-musculos-tiene-el-cuerpo-humano

 

Os músculos crescem de forma tão rápida que as outras estruturas que trabalham junto com os músculos durante os movimentos se sobrecarregam. Isso pode resultar em rompimento dos tendões, luxações etc. Em casos extremos, o tendão chega a se desprender do osso.

Broxa

2e1155cf4a69c7bc238242e417f57bda

Com essas imitações de testosterona no organismo, os testículos param de produzir o hormônio e a virilidade masculina decai. Além da impotência sexual, os peitos dos homens podem ficar avantajadas, semelhante a seios. Quando usados em mulheres, os esteroides causam um crescimento exagerado de pelos e engrossamento da voz.

Problemas no Fígado e no Coração

his-and-hers-signs-of-heart-attack

O uso contínuo de anabolizantes sobrecarrega o fígado, a ponto de desenvolver câncer. Com isso, é produzido colesterol ruim, que acaba entupindo os vasos sanguíneos. Isso aumenta o risco de enfartes do coração, que já aumentou de tamanho por causa do acúmulo de líquidos (afinal, coração também é um músculo).

Efeitos e defeitos

maxresdefault (11)

Os músculos toma anabolizantes crescem até oito vezes mais do que quem malha comumente. Mas vale a pena?

Caso famoso

Ao fazer um experimento para seu romance de 2007, "The Fighter", Davidson decidiu que a melhor forma de escrever sobre boxeadores era se tornar um, e para isso passou 4 meses tomando esteroides.

O autor teve um aumento rápido de músculos, indo de 77 kg para 108 kgs. Porém, durante o experimento, ele perdeu muito de seu cabelo, ficou com uma hérnia de disco em suas costas e acumulou fluidos no joelhos.

5774922312015441

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+