Entretenimento

Astro da NBA, LeBron James, se torna bilionário

0

O jogador de basquete, LeBron James, se tornou oficialmente bilionário, segundo a revista Forbes. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (02/06) e com isso Lebron se tornou o primeiro jogador ativo da NBA (liga de basquete americana) a alcançar a marca.

LeBron James é um astro do basquete, sendo dezoito vezes all-star da NBA, quatro vezes campeão da NBA. Além disso, o astro foi duas vezes medalhista de ouro olímpico.

O atleta teve um ano de 2021 com muitos ganhos, totalizando US$ 121,2 milhões (R$ 578,8 milhões). A Forbes estima que a estrela de 37 anos tem um patrimônio líquido avaliado em US$ 1 bilhão (R$ 4,77 bilhões).

James, que está fora dos playoffs da NBA pela quarta vez em 19 temporadas, é o segundo jogador de basquete a entrar na lista de bilionários da Forbes. Michael Jordan, o único outro bilionário do basquete, só atingiu a marca em 2014, mais de uma década após se aposentar, após investir no time de basquete Charlotte Hornets.

“É o meu maior marco”, disse, em 2014, à GQ Magazine, em uma entrevista em que falou sobre se tornar um bilionário. “Obviamente, eu quero maximizar os meus negócios! Vou ficar animado com isso.”

Para alcançar o marco de bilionário, LeBron James expandiu seus negócios no valor de mais de US$ 1,2 bilhão (R$ 5,7 bilhões) em lucros antes dos impostos. Além disso, o atleta conseguiu mais de US$ 385 milhões (R$ 1,8 bilhão) em salários do Cleveland Cavaliers, Miami Heat e Los Angeles Lakers como o jogador em atividade mais bem pago da NBA.

Já fora da quadra, o jogador arrecadou mais de US$ 900 milhões (R$ 4,2 bilhões) com patrocínios e outros empreendimentos próprios.

Decisões de sucesso

Foto: NBA

LeBron James nasceu quando a sua mãe, solteira, tinha apenas 16 anos. O atleta é natural da cidade de Akron, localizada no estado norte-americano de Ohio. Na infância, LeBron viveu rodeado da família, amigos, vizinhos e seu treinador. O jogador precisou mudar diversas vezes em três anos, antes de se tornar o atleta mais popular do basquete colegial de todos os tempos.

No ano de 2003, aos 18 anos, LeBron James fechou o seu primeiro contrato com a Nike. Na época, ele rejeitou as ofertas da Reebok e da Adidas para colaborar com o que ele via sendo o seu maior parceiro comercial a longo prazo.

A decisão, somada a uma década de parceria de sucesso, resultou em um contrato vitalício com a Nike no final de 2015, que lhe paga dezenas de milhões por ano. Por causa disso, e dos acordos com marcas como AT&T, PepsiCo e Walmart, o atleta foi o segundo mais bem pago do mundo em 2021.

Negócios

Foto: Getty Images

No entanto, a verdadeira razão para a fortuna bilionária de LeBron James é que ele tem sido mais que um arremessador. O atleta tem acordos estruturados há muito tempo para participar nas marcas com as quais faz parceria.

No ano de 2015, James abandonou um contrato de patrocínio com o McDonald’s, no valor estimado de US$ 15 milhões (R$ 71,6 milhões) em quatro anos, para investir na rede Blaze Pizza, que está em rápido crescimento.

O atleta também comprou ações em marcas como a fabricante de academias inteligentes Tonal e a empresa de compartilhamento de viagens Lyft.

Além disso, LeBron James construiu a SpringHill, empresa de desenvolvimento e produção de entretenimento, em parceria com Maverick Carter. Em outubro, investidores externos, incluindo o proprietário do Boston Red Sox, Fenway Sports Group e a Epic Games, entraram no negócio.

Isso ajudou a produzir “Space Jam: Um Novo Legado”, com bilheteria mundial bruta de US$ 163 milhões (R$ 778,4 milhões). A empresa também participou da criação do documentário da HBO “What’s My Name: Muhammad Ali” – avaliado em US$ 725 milhões (R$ 3,46 bilhões). 

Vale lembrar que mesmo com a entrada de novos investidores, LeBron James continua sendo o maior acionista.

Fonte: G1, Forbes

WhatsApp pode ter nova função de editar mensagens

Matéria anterior

Formigas são treinadas para detectar câncer de mama em humanos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos