China pode ter cidade flutuante no futuro

POR Thamyris Fernandes    EM Mundo Afora      02/06/14 às 20h37

O grande problema da super população chinesa já é conhecido em todo o mundo. No entanto, como a quantidade de habitantes do país nunca será estática, eles já estão pensando em um modo de livrar o litoral - onde estão aglomerados seus bilhões de habitantes - de, pelo menos, algumas centenas de pessoas.

Mas, como nada na China acontece de um modo muito convencional, ao invés de traçarem projetos para ocupar as terras do interior do país, há uma ideia mirabolante sendo cogitada e que consiste na construção de uma cidade flutuante. O plano, inclusive, já tem uma empresa financiadora, a China Communications Construction Company (CCCC) que, aliás, está custeando uma ponte e um túnel subaquático que conectam quase 50 quilômetros entre Macau e Hong Kong.

plataforma

Conforme o projeto, a cidade se trata de uma plataforma de 4 quilômetros quadrados, cuja estrutura será composta por grandes peças hexagonais, que se completarão como em um quebra-cabeças. Além disso, apenas parte de sua estrutura será visível enquanto estiver flutuando no mar. Assim como um iceberg, a maior parte de suas atividades ficarão em compartimentos submersos.

Outro detalhe impressionante sobre a tal cidade é que ela será projetada para ser autossuficiente. Dessa forma, a plataforma contará com suas próprias fazendas, sistemas de eliminação de resíduos, habitações, complexos esportivos e de entretenimento, locais para compras e todos os outros serviços necessários à população. Somente o transporte na cidade flutuante não será como o que conhecemos hoje: o deslocamento será feito por meio de uma série de túneis subaquáticos e submarinos.

Veja algumas imagens do projeto em 3D:

Clique aqui para ver a galeria se você está usando celular

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+