• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Cientistas encontraram possíveis evidências de universos anteriores ao nosso

POR Diogo Quiareli    EM Ciência e Tecnologia      21/08/18 às 16h05

Uma das coisas que mais mexem com a cabeça das pessoas é o universo e seus mistérios. Muitos se questionam se existem outras vidas, se o nosso universo é o primeiro e, se já existiram outros. Isso pode ter acontecido. Recentemente alguns cientistas chocaram o mundo ao afirmar que podem existir evidências de universos passados no céu noturno. Isso quer dizer que podem ter observado restos de buracos negros de outro universo. Conforme relatado pela New Scientist, a ideia se baseia em algo chamado cosmologia cíclica conformada (CCC).

Esta é uma teoria que diz que nosso universo passa por ciclos constantes de Big Bangs e compreensões. Ela se opõe a teoria de que o universo possa ter começado a partir de um único Big Bang. Enquanto a maior parte do universo seria totalmente destruída de um ciclo para o outro, os cientistas acreditam que alguma radiação eletromagnética poderia sobreviver ao processo de reciclagem. Essas descobertas foram relatadas no arXiv.

"O que afirmamos que estamos vendo é o remanescente final depois que um buraco negro se evaporou no aeon anterior", disse Roger Penrose, físico matemático da Universidade de Oxford, co-autor do estudo e co-criador da teoria do CCCÁ New Scientist. A evidência parte dos "pontos de Hawking", homenagem ao falecido Stephen Hawking. Sua teoria era de que os buracos negros emitiriam radiação conhecida como radiação Hawking. Essa é a radiação que Penrose e seus colegas sugerem que passem de um universo para outro.

Eles dizem que esses pontos podem aparecer no calor remanescente no universo do Big Bang. Isso é mais conhecido como fundo cósmico de microondas (CMB). Os pontos de Hawking pareceriam círculos de luz no mapa CMB, conhecidos como modos B. Acreditavam antes que esses pontos anômalos no CMB fossem causados por ondas gravitacionais de poeira estelar. No entanto, Penrose e seus colegas dizem que a teoria poderia fornecer uma resposta bastante intrigante, e que um desses pontos Hawking possivelmente poderia ter sido encontrado pelo projeto BICEP2, que tem como objetivo mapear o CMB.

"Embora pareça problemático para a inflação cósmica, a existência de tais pontos anômalos é uma implicação da cosmologia cíclica conformada (CCC)", relatou em seu artigo. "Apesar da temperatura extremamente baixa na emissão, na CCC essa radiação é enormemente concentrada pela compressão conformada de todo o futuro do buraco negro, resultando em um único ponto no cruzamento para o nosso aeon atual".

Essa teoria de um universo de reciclagem não é sem controvérsia. A maioria das evidências sugere que a expansão do universo está acelerando e o universo não é denso o suficiente para comprimir-se de volta em um único ponto e se expandir novamente. Isso leva o nome de teoria do Big Bounce. Ainda não existem evidência de radiação de Hawking, muito menos dos pontos de Hawking. Embora seja uma teoria bastante interessante, há bastante trabalho a se fazer antes que alguém reivindique a existência definitiva de um universo passado.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+