Entretenimento

Como o álcool afeta a aparência das pessoas?

0
POSED BY MODEL. Generic photo of a teenager drinking alcohol. Children under 15 should not drink a drop of alcohol, even at home, the Government's chief medical officer said today. PRESS ASSOCIATION Photo. Picture date: Thursday January 29, 2009. Sir Liam Donaldson received the backing of health campaigners for attempting to clear up some of the 'mixed messages' given to parents about their children and drinking. See PA story HEALTH Alcohol. Photo credit should read: David Jones/PA Wire

Quando falamos em vício e dependência química, as pessoas já pensam em drogas como crack, cocaína e coisas do tipo, mas as vezes esquecemos de como o álcool também pode ser prejudicial a saúde, causar acidentes e acabar com a vida das pessoas assim como outras drogas fazem. O álcool com tempo, assim como outras drogas, afeta na nossa aparência, e as vezes nós nem percebemos. Já conhece a nossa matéria sobre os 6 benefícios do álcool que ninguém tem coragem de comentar?

Claro que estamos falando de consumo excessivo de álcool, que como tudo em excesso é prejudicial a saúde. Primeiramente vamos citar como o álcool pode afetar algumas partes do nosso corpo e como ele pode ser um grande inimigo que é aceito para a sociedade. Conheça também a nossa matéria sobre as 10 bebidas mais caras do mundo.

Cabelo

O consumo frequente pode desidratar o couro cabeludo e deixá-lo quebradiço, e em alguns casos pode levar a queda de fios.

Cérebro

Um dos primeiros efeitos do álcool é uma leve sensação de relaxamento e bem-estar, mas dependendo da concentração encontrada no sangue, essa sensação pode se transformar em irritação e agressividade, além de provocar perda dos reflexos, prejuízos de julgamento e alteração da memória.

Olhos

A neurite ótica causada pelo consumo abusivo do álcool esgota as reservas de zinco e de vitamina B1 do organismo, e em alguns casos pode levar até a cegueira.

Boca

A média e a longo prazo, a bebida pode aumentar o risco de lesões na boca e de inflamação nas gengivas. Cerca de 80% dos cânceres de boca, faringe e laringe estão relacionados ao álcool.

Pele

A desidratação provocada pelo consumo abusivo aumenta o risco de psoríase, uma doença de pele benigna e crônica.

Que o álcool pode ter várias influências no nosso corpo, disso vocês estão cansados de saber. O efeito relaxante das doses iniciais pode desaparecer com o aumento do consumo. Beber com moderação é possível sim, mas raramente uma pessoa reconhece que está fazendo o uso abusivo da substância.

Mas afinal, porque ficamos bêbados quando ingerimos álcool? A pergunta pode parecer um tanto besta, mas vocês sabem explica cientificamente porque ficamos bêbados? A resposta é bem simples, e é a partir de três componentes químicos: serotonina, dopamina e o GABA.

O fato de ficarmos bêbados diz respeito a como as bebidas agem em nosso cérebro. O álcool começa a agir primeiramente sobre a serotonina, que é o que nos causa a alegria. Quando o sujeito começa a sorrir demais pode ser a primeira pista de que está ficando embriagada. Em seguida o álcool atinge o GABA e dá início aos problemas, ação do cérebro diminui e dá espaço a sensação de mal estar.

A dopamina é atingida por último e faz com que a pessoa perca completamente a coordenação motora. Com parte nos movimentos debilitados, a sensação é de estar cambaleando, sentindo tonturas, e é nesse instante que a pessoa perde o equilíbrio, podendo chegar até a cair no chão, e por esse motivo que o álcool é proibido para quem vai dirigir.

O álcool pode afetar as pessoas e deixar elas totalmente descontroladas, isso nós podemos ver facilmente no nosso dia-a-dia, certo? Um fotógrafo brasileiro chamado Marcos Alberti se juntou com os amigos para algumas taças de vinho e resolveu fotografá-los após ingerir algumas taças.

“A primeira taça é da comida, a segunda é do amor e a terceira da confusão”. Isso foi o que Marcos Alberti afirmou para o projeto “3 Taças Depois”. A ideia junto várias pessoas durante algumas noites em seu estúdio. Cada pessoa era fotografada sóbria assim que ela chegava ao local, depois a pessoa era fotografada a cada taça que ela tomava, mostrando as mudanças causadas no rosto dos participantes enquanto o álcool começava a fazer efeito.

O resultado desse projeto ficou incrível, e mostra como uma quantidade pequena de álcool pode afetar em nossa aparência. Confira as fotos abaixo:

1 – Algumas pessoas podem ficar um tanto risonhas

1

2 – Outras ficam extrovertidas

2

3 – Outras podem segurar os efeitos melhor que outras

3

4 – E outras podem até sentir um calor

4

5 – Algumas nós nem vemos a diferença

5

6 – Já outras pessoas podemos ver perfeitamente que estão bêbadas

6

7 – As vezes realmente não conseguimos esconder que estamos bêbados

7

8 – Mas cada pessoa reage de uma maneira diferente

8

9 – Algumas ficam bêbadas na primeira taça

9

10 – E outras conseguem ser mais fortes para o álcool

10

11 – Mas a verdade é que todo mundo muda um pouco a aparência quando está bêbado

11

12 – Umas mais e outras menos

12

E aí amigos, gostaram do projeto do fotógrafo brasileiro? Deixe seu comentário aqui na página sobre o que achou do projeto.

Conheça o projeto científico que promete reviver os mortos em menos de 30 anos

Matéria anterior

8 curiosidades sobre “Animais Fantásticos e Onde Habitam”

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Você também pode gostar