Como será nossa alimentação daqui a 100 anos?
Tempo de leitura:2 Minutos, 22 Segundos

Como será nossa alimentação daqui a 100 anos?

McDonald’s, Burger King, Subway, Coca-Cola, Pepsi, Schweppes. A maior parte dos alimentos consumidos hoje em dia é ao estilo fast food, com uma pitada de colesterol, açúcar, e um toque de conservante para dar aquele sabor de morte e câncer que a gente tanto gosta. Mas tudo está prestes a mudar. Logo o mundo vai evoluir e mudar tanto, que nossa dieta vai precisar evoluir com ele.

Todas as produções vão mudar, seja por fatores climáticos, seja por falta de espaço, seja por alto custo de produção. O menu do futuro vai ser bem diferente do que imaginamos.

Confira como será nossa alimentação daqui a 100 anos:

Menos carne bovina

carne-bovina

A criação de gado exige grandes espaços para pastagens, água e ração (e a ração por si só exige ainda mais espaço e água). E no futuro, com uma superpopulação, não haverá nem espaços nem água disponíveis para serem utilizados com gado e, assim, a carne será cada vez mais cara. Uma alternativa será uma carne feita em laboratório, 100% natural, mas que não cresce nas vacas. A técnica já existe, mas custa quase R$ 770 mil para criar um hambúrguer.

Mais insetos na dieta

mi_13232249460114

Insetos já são consumidos em muitos países, em especial da Ásia. No futuro, eles podem ser um prato principal. Proporcionalmente, 10 kg de ração geram 8 kg de “carne” de insetos, enquanto a mesma quantidade gera apenas 1 kg de carne bovina. Pode ficar tranquilo, os insetos provavelmente vão nos alimentar de forma processada, como uma farinha rica em proteína, assim como os nuggets de frango.

Mais alimentos marinhos

0,,69773535,00

A pesca nos oceanos chega ao limite de produção e, com isso, a solução deve ser uma “aquacultura”. Haverá uma alta produção de peixes, crustáceos, moluscos e até algas, que poderão ser cultivados tanto em alto-mar quanto em terra firme. Porém, muitos projetos de plantações em alto-mar estão sendo desenvolvidos. Os produtos marinhos poderão ser utilizados não só para alimentação, mas para a produção de rações, biocombustíveis e plásticos.

Mais vegetais transgênicos

65bcc481d948c428d8100425e44ad509

Hoje em dia, cultivamos 7 mil tipos de vegetais, mas pesquisas apontam que existem mais de 125 mil espécies comestíveis. E se tais espécies forem nutritivas e/ou fáceis de cultivar, elas certamente entrarão para o nosso cardápio. Possivelmente muitas podem ser até criadas com intervenção genética, e alimentos transgênicos vão ser mais seguros e perderão a má fama que tem nos dias de hoje.

Mais hortas

brooklyngrange02

O aquecimento global é um mal aparentemente inevitável, já que ninguém quer ser o primeiro a reduzir as emissões e poluentes. Apesar disso, as mudanças climáticas vão permitir o plantio de certas espécies de vegetais em áreas antes consideradas inadequadas. E, com o combustível para transporte cada vez mais caro, o cultivo vai ser realizado em estufas particulares, em grandes “prédios-fazenda” ou no telhado das nossas casas.