Conheça o cérebro mais bizarro já descoberto pela ciência

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM Ciência e Tecnologia      18/03/15 às 21h24

Uma das principais características dos cérebros humanos é a rugosidade, mas um cérebro encontrados por cientistas foge à regra. Tudo o que se sabe até agora e que o órgão pertenceu a um adulto que morreu em 1970 e residiu próximo ao que é hoje o North Texas State Hospital, um centro de saúde mental.

Embora o recipiente que contém o cérebro possua um número de referência, o microfilme que possuía os registros do paciente está perdido. Isso impede os cientistas de conhecer qualquer aspecto da vida do dono do órgão, já que os documentos foram perdidos.

Além das informações citadas acima, a etiqueta do recipiente também informa que o paciente era portador da Lisencefalia, uma formação rara caracterizada pela microcefalia, que quando o cérebro apresenta um tamanho reduzido e ausência de circunvoluções. Essa condição geralmente leva à morte antes dos 10 anos de idade.

Explicação da ciência

cérebro

O cérebro sem rugas intriga a comunidade médica. O Professor David Dexter, do Imperial College London, por exemplo, disse nunca ter visto algo assim antes.

Para ele, "nós já recebemos exemplares onde certos sulcos estão faltando, mas nada comparado a este cérebro". O professor afirma que o cérebro possui uma capacidade alta de se adaptar, por isso não é uma surpresa a pessoa ter sobrevivido até a idade adulta.

No entanto, ele imagina que o indivíduo tenha sofrido com defeitos psicológicos graves.

Outros cientistas têm estudado a estrutura desse cérebro para aprender mais sobre ele. Mas apesar de os esforços poderem resultar em mais aprendizado sobre o órgão em si, a identidade e os detalhes da vida da pessoa que o possuía parecem ter sido perdidos para sempre. O impede que se entenda melhor o caso.

Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+