• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

É possível esquecer como andar de bicicleta?

POR A redação    EM Curiosidades      17/07/14 às 16h40

Todo mundo tem uma fase em que adora andar de bicicleta e realmente se esforça para aprender a executar bem essa tarefa, enfrentando de bom grado até os tombos. Mas com a chegada dos compromissos e, especialmente da vida adulta, é comum que muita gente deixe esse brinquedo (ou transporte) de lado.

Mas, um belo dia, sempre acontece um desejo repentino de subir de novo numa magrela só para ver no que dá. E é exatamente nesse momento que surge a dúvida cruel: será que a gente realmente se lembra por toda a vida como andar de bicicleta?

A boa notícia, segundo os estudiosos do cérebro, é que quem aprende a andar de bike, em algum momento da vida, vai sempre saber como usá-la. Não há como esquecer.

Isso porque o cérebro humano é programado para reter informações e, no caso das atividades motoras, essa função fica por conta de uma partezinha da caixola chamada cerebelo, que fica entre a nuca e o pescoço. Esse "compartimento" cerebral, digamos assim, guarda tudo o que está relacionado ao equilíbrio e à desenvoltura dos membros. A execução dos movimentos necessários, por outro lado, ficam armazenados no sistema extrapiramidal.

guentae

Assim, esse "combo" de informações armazenadas cria uma espécie de arquivo que, quando necessário, é acessado e recupera automaticamente a memória de como cada coisa é executada. Conforme os especialistas, isso proporciona ao cérebro economia de energia, recurso que seria desperdiçado caso nós precisássemos aprender de novo todo movimento costumeiro que executamos.

Ainda conforme os pesquisadores, esse mesmo princípio funciona nos casos que precisamos colocar em prática outros movimentos rotineiros, como tocar um instrumento, ler ou escrever.

Próxima Matéria
A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+