icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


É seguro pedir comida por aplicativo? Veja os cuidados a serem tomados

POR Bruno Dias EM Curiosidades 23/03/20 às 19h12

capa do post É seguro pedir comida por aplicativo? Veja os cuidados a serem tomados

O mundo, mais uma vez, está enfrentando uma pandemia. O novo coronavírus foi notado, a princípio, na China, e logo, se espalhou pelo mundo. A situação é uma emergência de saúde pública global, com novos casos da doença, a cada dia. Por ser um vírus mortal, as autoridades de todo mundo estão se mobilizando. Elas querem conter o surto e identificar toda a rota do coronavírus. Enquanto uma vacina para a doença ainda não fica pronta, a principal preocupação é evitar o contágio da doença.

Exatamente para tentar conter a propagação, autoridades de todo mundo estão pedindo que as pessoas fiquem em casa e evitem aglomerações. Por conta dessas medidas, bares, lanchonetes, restaurantes e outros lugares, em que as pessoas vão para comer fora de casa, estão de portas fechadas por tempo indeterminado.

Mas alguns desses lugares tem as opções de delivery ou take away. E com essa pandemia do coronavírus muitas pessoas têm a dúvida se é confiável pedir comida pelo aplicativo. A resposta é sim, mas são necessários alguns cuidados.

Segundo Jamal Suleiman, infectologista do Instituto Emílio Ribas, as chances de alguém contrair coronavírus através da comida ou pela embalagem são pequenas. "Não há registros de que se possa contrair o coronavírus assim", ressalta.

O primeiro passo, para se evitar a doença, é na hora de pegar a comida com o entregador. "Para quem recebe a comida em casa, é bem seguro. Além da embalagem, tem o entregador. O portador dos pacotes precisa de toda a proteção nos dois momentos: quando está retirando o alimento no restaurante e quando vai deixá-lo com o cliente", explica Suleiman.

Cuidados

Mas existem algumas recomendações para que o contágio seja evitado quando se pede comida por aplicativos. Listamos eles aqui.

1 - Se você mora em prédio, peça  para que o entregador deixe o produto em compartimentos específicos, que sejam limpos constantemente, do condomínio para que você não tenha uma proximidade física com ele. Se não tiver como fazer isso, fique no mínimo um metro de distância um do outro.

2 - É sempre bom selecionar o opção "pagar pelo aplicativo", para que não precise pagar na hora da entrega. Mas se você tiver que pagar na hora da entrega, prefira cartões ao invés de dinheiro.

3 - Quando a comida chegar, pegue a embalagem com as mãos limpas. Transfira a comida, para um recipiente limpo. Em teoria, os descartáveis podem estar contaminados, então é bom limpá-los com álcool em gel. Mas não existem casos conhecidos de pessoas que ficaram doentes dessa forma.

4 - Se o caso for bebida, a recomendação é a mesma. E não compartilhe copos, garrafas e outros utensílios, como pratos e talheres.

5 - E o mais importante é lavar as mãos antes de comer e beber.

Entregadores

Os entregadores têm que reforçar seus cuidados. Alguns estão usando máscaras e luvas, mas nem sempre as usam de forma correta. "Causa uma falsa barreira de proteção. É preferível não usar nada disso e andar com tubo de álcool em gel", ressalta Suleiman.

O iFood disse que criou um fundo de um milhão de reais, para ajudar os entregadores que precisem ficar em quarentena. Além de enviar comunicados informativos, sobre as práticas e medidas preventivas.

A Uber, que tem o Uber Eats, disse que, no mundo, todo existem reforços para seus motoristas e entregadores que são diagnosticados com o coronavírus. No Brasil, a empresa prometeu ajudar na compra de álcool em gel e outros produtos.


Próxima Matéria
Via   MSN  
Imagens Uol Girosa
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest