Curiosidades

Enem 2023: veja 12 possíveis temas da redação deste ano

0

O Exame Nacional do Ensino Médio está chegando, e os temas do ENEM são uma das preocupações.

Afinal, a redação tem um peso importante na nota final, e também traz assuntos complexos para abordar, redigir e propor soluções.

Nesse caso, vale a pena conferir algumas possíveis abordagens que virão no primeiro caderno, aplicado no dia 5 de novembro.

Para se preparar, confira 12 temas do ENEM propostos por professores e analistas com base nas temáticas mais em alta do ano:

12 possíveis temas do ENEM para 2023

1. A luta contra a violência de gênero no Brasil

A violência de gênero é uma aposta entre os temas do ENEM, especialmente entre os professores de cursinhos. Isso porque os números de mortes foram um dos mais altos nos últimos anos.

De acordo com o Grupo Gay da Bahia (GGB), 228 pessoas LGBTQIA+ foram vítimas de assassinato em 2022, mais da metade sendo travestis e mulheres trans.

Além disso, a ONG Transgender Europe relatou que, pelo 14º ano consecutivo, o Brasil liderou o ranking global de assassinatos de pessoas trans em 2022.

Ainda, a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA) informou que 131 pessoas trans foram mortas no ano passado, a maioria sendo travestis e mulheres trans negras.

Via Freepik

2. Paridade salarial

Esse é outro possível tema proposta. Apesar de a Constituição proibir a discriminação, a diferença salarial entre homens e mulheres ainda existe no mercado de trabalho brasileiro.

Em julho deste ano, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou uma lei que assegura a igualdade salarial entre mulheres e homens. Durante o discurso de sanção do projeto de lei, Lula afirmou que haverá punições para aqueles que não cumprirem a lei, com órgãos como os Ministérios do Trabalho e das Mulheres, além do Ministério Público, responsáveis pela fiscalização.

3. Sistema prisional brasileiro

Um dos temas do ENEM desse ano pode ser a questão do sistema prisional brasileiro.

Isso porque ainda existem prisões que torturam os presos, além da ação de facções, que aumentou nos últimos anos.

4. Combate ao trabalho análogo à escravidão no Brasil

Eva, professora do Cursinho da Poli, sugere que a temática pode ser abordada na redação deste ano. Ela destaca que 1.443 trabalhadores em situação análoga à escravidão foram resgatados no Brasil entre janeiro e 14 de junho de 2023, pelo Ministério do Trabalho e Emprego, através da Fiscalização do Trabalho.

Por isso, está entre os temas do ENEM que são aposta para o ano, especialmente após casos famosos que tivemos em 2023.

Além disso, destacam-se pontos sobre a regulamentação do trabalho por aplicativos, dada a ocorrência de diversas greves e solicitações por parte desses trabalhadores.

5. Desafios ambientais na Amazônia

A tese do marco temporal propõe uma interpretação do artigo 231 da Constituição Federal, funcionando como um critério divisor, conforme divulgado pelo Estadão.

De acordo com essa perspectiva, proposta por setores rurais, uma terra indígena só receberia marcação com a comprovação de indígenas no local na data da promulgação da Constituição, ou seja, em 5 de outubro de 1988.

Quem estivesse fora da área nessa data ou chegasse posteriormente não teria o direito de solicitar a demarcação.

Luciana Sales Pires Soares, professora de Língua Portuguesa no Ensino Médio da Carandá Educação, sugere que a seca na Amazônia também pode ser uma temática para a redação deste ano.

Recentemente, o Estadão informou que a cobertura de água no Estado do Amazonas atingiu sua menor extensão desde 2018, de acordo com uma nota técnica do MapBiomas.

Via Freepik

6. Crise climática

As catástrofes climáticas são frequentes nas manchetes, resultantes do momento crítico que enfrentamos em relação à preservação ambiental.

Diversas tragédias aconteceram em 2022 e 2023, principalmente pelas chuvas, pelo calor intenso e por outros aspectos importantes para as discussões.

7. Aquecimento global e desigualdade

Caindo no mesmo assunto, um dos possíveis temas do ENEM é o aquecimento global e sua repercussão social.

As consequências das mudanças climáticas podem afetar a sociedade em aspectos ambientais, sociais e culturais.

O relatório global divulgado pela Convenção-Quadro das Nações Unidas (ONU) sobre Mudança do Clima (UNFCCC) em setembro deste ano, indicou que os esforços globais não têm sido suficientes para conter o avanço das mudanças climáticas.

8. Tecnologia, especialmente Inteligência Artificial

Segundo professores, um possível tema para o Enem é a tecnologia, em particular o uso de inteligência artificial, por conta do destaque desse assunto, incluindo o uso de ferramentas como o Chat GPT.

Contudo, vale a pena ter em mente que o ENEM abrange temas mais concretos, e é importante associar o uso do IA com problemas sociais.

9. Infância

Recentemente, o Enem tem abordado poucas questões relacionadas à infância. Os últimos temas sobre esse assunto foram do Exame para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL).

Nesse caso, no Enem PPL 2019, o tema foi “Combate ao uso indiscriminado das tecnologias digitais de informação por crianças”.

Enquanto isso, na edição regular do Enem, em 2014, a proposta temática apresentada foi “Publicidade infantil em questão no Brasil”.

Via Freepik

10. Racismo no esporte

O incidente envolvendo o jogador Vinícius Júnior em maio deste ano na Espanha trouxe à tona um tema lamentavelmente recorrente e estrutural no país: o racismo.

Embora seja um crime na Espanha, ele ainda se reflete no Brasil, especialmente entre torcidas de elite. Por isso, é um dos temas do ENEM que podem aparecer.

11. Lei de Cotas para Quilombolas

O Senado aprovou em outubro a reformulação da Lei de Cotas no ensino federal.

A revisão da lei, que passou em 2012, estava prevista para ocorrer no ano passado, mas acabou sendo adiada para 2023.

A proposta inclui quilombolas no sistema de cotas para ingresso nas universidades públicas. Por isso, este é um tema sugerido por professores.

12. Mulheres na política

Por fim, apesar das inclusões recentes das mulheres no cenário político nacional, ainda existe maior presença masculina.

Nas últimas eleições, o país registrou um número recorde de mulheres no Senado, totalizando 15 parlamentares, embora ainda longe da metade das 81 cadeiras.

Enquanto isso, na Câmara, as deputadas representam apenas 18% das 513 vagas, mesmo com um aumento de 41% nas candidaturas nas eleições de 2018 para 2022.

Assim, é um tema para ficar atento este ano, e estudar argumentos de intervenção social e resolução do problema.

 

Fonte: Terra

Imagens: Freepik, Freepik, Freepik

 

O que há entre as estrelas? Astrônomas explicam o meio interestelar

Previous article

Morte de Matthew Perry, de ‘Friends’, comove fãs nas redes sociais: veja reações

Next article

Comments

Comments are closed.