• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Entenda como funciona o 'Tinder dos Milionários', usado pela Bruna Marquezine

POR Jesus Galvão    EM Entretenimento      22/07/19 às 14h48

Recentemente, a atriz global Bruna Marquezine foi vista ao lado do modelo argelino, Younes Bendjima, muito conhecido por ter se relacionado com Kourtney Kardashian. Supostamente, a atriz teria conhecido Bendjima em um aplicativo de namoro chamado Raya. O aplicativo é muito famoso por seu seleto público, basicamente constituído por milionários.

De acordo com o que relatou a colunista do portal O Dia, Fábia Oliveira, o casal teria se conhecido no Raya. Entretanto, Marquezine, solteira desde outubro de 2018, assumiu ter se cadastrado no aplicativo. Porém, sua conta já foi desativada e ela nega ter conhecido o modelo por intermédio da aplicação.

Supostamente, as funcionalidades do tal aplicativo são muito parecidas com outro aplicativo de namoro, bastante popular entre o público geral, o Tinder. Por isso, o Raya teria sido apelidado como o 'Tinder dos Milionários'.

Segundo o portal Gazeta Online, para que as pessoas possam se inscrever e utilizar o aplicativo, primeiramente, elas precisam comprovar que possuem um saldo bancário de, no mínimo, US$ 1 milhão. Algo em torno de R$ 3.748.200,00, em conversão direta. Além do mais, o aplicativo só está disponível para os smartphones Apple, que rodam o sistema operacional da empresa da Maçã, o iOS.

O Raya foi lançado em 2015 e foi criado pelo empresario Daniel Gerndelman. A aplicação se tornou referência para aqueles que desejam encontrar sua cara metade rica e famosa. Além da conta bancária, existem alguns outros requisitos para serem aprovados e liberarem a utilização do Raya.

O novo usuário passa por uma espécie de avaliação feita por um grupo secreto de pessoas, que avaliam seu grau de beleza. Ou seja, caso você não seja bonito e rico, muito provavelmente, sua inscrição será recusada.

"Qualquer um interessado deve preencher uma ficha no nosso aplicativo. Nós temos algoritmos que comparam você a celebridades e "modelos", dando um panorama do meio que você vive, interesses, idade e até orientação sexual", escreveu a direção do App.

Aqueles que conseguem ser aprovados ainda precisam "pagar um taxa mensal para permanecerem ativos". Existem três planos para os usuários escolherem. Sendo eles de um, três ou seis meses de assinatura. Eles custam de US$ 7,99 a US$ 29,99.

Privacidade

Outro ponto importante sobre a aplicação é a discrição. Algumas regras são impostas a seus usuários para assegurar a privacidade de seus membros. Caso um usuário decida tirar um print do aplicativo, por exemplo, ele, imediatamente, receberá uma mensagem informando que caso a foto seja publicada na internet, a pessoa poderá ser expulsa.

Algumas celebridades, que estão entre os usuários do Raya, ou já estiveram, são Luciana Gimenez, a modelo Cara Delevingne, o Dj Diplo, Demi Lovato, a cantora Anitta (até assumir um relacionamento recentemente), entre outros. "Entrei mesmo. E não só nesse. Eu estou em tudo, amor. Até no Tinder. Quem sabe não arrumo um namorado?", disse Gimenez, em tom de brincadeira.

No Raya, só é possível iniciar uma conversa com aqueles em que o like for mútuo. Ou seja, caso você consiga entrar para seu seleto número de usuários, e se deparar com alguém do seu interesse e suas características não corresponderem às expectativas, você terá que pular para o próximo perfil.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+