• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Essa é a surpreendente origem de toda a areia do nosso planeta

POR Jesus Galvão    EM Ciência e Tecnologia      11/01/19 às 15h21

Dentro de duas supernovas remanescentes de nossa galáxia, a Via Láctea, cientistas conseguiram encontrar poeira de sílica. Componente encontrado no núcleo da Terra, em praias, vidro e na composição de smartphones. Tal descoberta pode evidenciar que talvez a sílica possa ter se originado de explosões estelares.

"Este é um resultado valioso, no sentido de que algo tão comum na Terra foi encontrado nas explosões mais violentas do universo. É uma história de origem", contou Haley Gomez, astrônoma da Universidade de Cardiff, no País de Gales, e uma das autoras do estudo que foi publicado na revista científica Monthly Notices da Royal Astronomical Society.

A origem da poeira cósmica

Os pesquisadores há muito tentam compreender como a poeira cósmica é criada e há uma velha frase que diz que "somos poeira das estrelas" e aparentemente, tal afirmação não é apenas linguagem poética. Novas evidências podem agora acrescentar novos capítulos ao que sabemos sobre a história do universo.

Os cientistas antes pensavam que a poeira cósmica se formava quando estrelas, como o nosso Sol, atingiam uma determinada idade e seus gases se transformavam em poeira, assim como a neve se forma em uma atmosfera fria. Entretanto, quando detectaram poeira em galáxias que provavelmente haviam se formado depois do Big Bang, e assim eles perceberam que provavelmente haveria outras fontes.

Dessa forma, levantou-se a suspeita de que a poeira cósmica possa ter surgido devido a explosão de supernovas. Fomentando tal teoria, recentemente astrônomos detectaram remanescentes de supernovas que continham tal poeira próximo de nossa galáxia.

Os cientistas argumentaram que caso comprove a presença de sílica dentro desses remanescentes, isso poderia significar que os primeiros planetas poderiam ser semelhantes à Terra. "É muito interessante saber que podemos fazer planetas como a Terra tão cedo na existência do universo. Não leva 13 bilhões de anos", explicou Gomez.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+