• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Esse material ''infinitamente reciclável'' pode substituir o plástico para sempre

POR Toni Nascimento    EM Compartilhando coisa boa      21/03/19 às 20h03

Todos os dias, ao abrir o jornal, nós acompanhamos notícias falando sobre o mal que o plástico está causando na natureza. O material é completamente prejudicial para o mundo, principalmente para o mar e seus animais. As tartarugas que o digam.

Apesar de estarmos com o problema em cima da mesa, é difícil achar uma solução prática. O material é utilizado em massa pelo mundo, porém, o seu descarte e a banalização da sua utilização acabam contribuindo para ampliar o problema.

O que podemos fazer? A resposta lógica seria criar um material que poderia ser mais sustentável e reciclável, e que também poderia substituir de uma vez por todas o plástico. Será que isso é realmente possível?

A resposta é sim. Um novo tipo de plástico, feito de outro material base, está sendo criado por uma equipe de químicos da Colorado State University, que afirmam que este pode ser reciclado "infinitamente".

O novo polímero

O material, que foi criado pelo professor Eugene Chen, tem exatamente as mesmas características dos plásticos que usamos na nossa rotina. Isso inclui força, durabilidade e resistência ao calor. Apesar disso, ao contrário dos plásticos convencionais, pode ser facilmente convertido de volta para a forma de suas moléculas originais.

Este processo, uma "reciclagem química", pode ser realizado sem produtos químicos tóxicos ou procedimentos laboratoriais intensivos, e os cientistas conseguem enxergar um potencial para ser implementado industrialmente.

"Polímeros podem ser quimicamente reciclados e reutilizados, em princípio, infinitamente", disse o professor Chen. "Seria nosso sonho ver essa tecnologia de polímero quimicamente reciclável se materializar no mercado", completou.

Consequentemente, o material pode ser usado repetidas vezes. Isso impediria que o plástico entrasse no meio ambiente e reduzisse a demanda por novos plásticos. O "monopólio" do plástico, particularmente dos plásticos de uso único, levaram a um enorme problema de contaminação global.

O estudo do novo polímero

Um estudo publicado na Science mostra que o novo polímero foi descoberto em 2015. Levando algum tempo para que os químicos o desenvolvessem a ponto de que o plástico fosse comercialmente útil e ambientalmente saudável, o que significa que é fácil e barato de reciclar. O polímero desenvolvido mantém as qualidades dos plásticos, além de ser fácil de fabricar e reciclar. Ele tem um alto peso molecular, resiste ao calor e geralmente se comporta como plástico.

A reciclagem também requer um pequeno esforço.  São necessárias "condições laboratoriais leves" e também um catalisador. Uma vez aplicados, os polímeros podem novamente voltar a ser usados ??para criar outro produto. Sem a necessidade de purificação adicional. Embora seja uma boa notícia, Chen destacou que o polímero e o processo ainda não estão prontos para produtos comerciais. Ainda há muito desenvolvimento a ser feito, o que inclui tornar mais lucrativo o projetar e reciclar, tanto química quanto logisticamente.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. E para você que também está lutando (ou pelo menos torcendo) pelo fim do plástico e por um mundo mais sustentável, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   Nation  
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+