Estudiosos encontram escrituras antigas que falam de Jesus e seu 'irmão"

POR Diogo Quiareli    EM História      18/04/18 às 17h25

Estudiosos britânicos encontraram um documento histórico e que pode mudar a forma como enxergamos o passado. Eles acharam a mais antiga cópia grega de um texto cristão apócrifo. Esse reúne alguns "ensinamentos secretos" de Jesus para Tiago, o que os historiadores acreditam ter sido o seu irmão. Essa cópia foi descoberta em meio ao acervo da Universidade de Oxford que também é uma das mais antigas do mundo inteiro. O manuscrito está na língua grega e é de uma história apócrifa da época do Novo Testamento chamado "Primeiro Apocalipse de Tiago". Até o momento parecia ter sido preservada apenas na língua copta (língua egípcia evoluída de hieróglifos).

O texto foi proibido depois que o bispo de Alexandria, Atanásio, definiu o cânone dos 27 livros conhecidos como o Novo Testamento hoje em dia. As histórias, assim como as encontradas na coleção Nag Hammadi foram consideradas heréticas. "Textos gnósticos como o "Primeiro Apocalipse de Tiago" foram banidos por causa de sua "compreensão diferente" da importância de Jesus", disse o pesquisador de estudos religiosos da Universidade do Texas em Austin, Brent Landau. "Eles entendem Jesus muito mais em termos de ser um revelador da sabedoria humana do que como um messias. De acordo com esses textos gnósticos, Jesus ensinou que o mundo material é realmente uma prisão criada por um ser maligno, algo muito parecido com o filme "Matrix", essencialmente", completou.

No texto, Jesus conta sobre a prisão terrena para seu "irmão". Ele ainda diz que o mundo é protegido por figuras demoníacas chamadas "archons", que bloqueiam o caminho entre o mundo material e a vida após a morte. Grande parte desses escritos apócrifos aos quais temos acesso atualmente está em copta. Um número bem pequeno foi encontrado em grego, o seu idioma de composição. Há uma coleção de 13 livros gnósticos coptas encontrados no Alto Egito em 1945. Esses formam a biblioteca de Nag Hammadi.

No entanto, Landau e Geoffrey Smith, ambos pesquisadores de estudos religiosos da Universidade do Texas em Austin adicionaram à essa lista a descoberta de fragmentos gregos do século V do que é conhecido como "Primeiro Apocalipse de Tiago". "Dizer que ficamos entusiasmados quando percebemos o que tínhamos encontrado é pouco", afirmou o professor assistente em estudos religiosos, Smith. "Nunca suspeitamos que os fragmentos gregos do primeiro Apocalipse de Tiago tivessem sobrevivido à Antiguidade. Mas lá estavam eles, bem na nossa frente", completou.

O manuscrito

A narrativa do texto mostra o que seriam ensinamentos de Jesus para o seu "irmão" Tiago. Discorre como seria o reino celestial e revela coisas que aconteceriam no futuro, inclusive a morte de Tiago. "O texto complementa o relato bíblico da vida e do ministério de Jesus, permitindo-nos o acesso a conversas que supostamente ocorreram entre Jesus e seu irmão Tiago. Ensinamentos secretos que permitiram que Tiago fosse um bom professor após a morte de Jesus", disse Smith. O documento pertence a uma coleção de mais de 200 mil documentos de papiros da Universidade de Oxford, na Inglaterra.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Via   Science Alert     O Globo  
Diogo Quiareli
Diogo Quiareli, 23 anos, Gay, Publicitário, Goiano, Geminiano e Infinito. Uma pessoa extremamente apaixonada pelo universo musical e amante do e-sport. Fiel a memória de RBD e Glee, além de alimentar diariamente a paixão por Katy Perry, Florence and The Machine e 30 Seconds to Mars.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+