Política

Guerra de Israel e Hamas aumenta procura por ouro, que sobe mais de 1%

0

O conflito entre Israel e Hamas desencadeou uma aversão ao risco nos mercados globais.

Na manhã de segunda-feira, 9, as bolsas nos Estados Unidos e na Europa abriram em baixa, enquanto os mercados asiáticos fecharam em queda.

O impacto também atingiu o Brasil, com o Ibovespa registrando uma queda de 0,19% às 12h19, atingindo 113.958,41 pontos.

Desde o início do conflito no sábado, 7, que já resultou em mais de 1.200 vítimas entre palestinos e israelenses, investidores em todo o mundo estão monitorando de perto os acontecimentos no Oriente Médio.

Em resposta ao risco geopolítico, muitos estão buscando proteger seus investimentos em ativos mais seguros, como ouro e dólar.

Às 12h13, o dólar subia 0,13%, cotado a R$ 5,169, enquanto o ouro com vencimento previsto para dezembro valorizava 1,15%, sendo negociado a US$ 1.866,40 por onça-troy nesta manhã.

Via Exame

Preços variam

Leandro Petrokas, diretor de pesquisa e sócio da Quantzed, destaca: “O ouro está em alta hoje junto com o dólar. Historicamente, o ouro é um ativo que se beneficia em cenários inflacionários e em momentos de aversão ao risco”.

Além disso, o preço do petróleo também está reagindo aos impactos da guerra. Após uma desaceleração na semana passada, a commodity teve um aumento de quase 4% nesta segunda-feira, sendo negociada acima de US$ 87 por barril.

Embora as regiões da Palestina e Israel não sejam produtoras de petróleo, o mercado está atento à possível participação do Irã, um grande produtor de petróleo, nos ataques.

Fontes relatam que o Irã teria dado suporte aos ataques, o que poderia levar a um aumento adicional nos preços do petróleo, caso o país sofra sanções.

Por que os preços variam?

O embate entre Israel e Hamas gera variações importantes no mercado por conta de diversos elementos.

O Oriente Médio é uma região estrategicamente importante, com grande parte das reservas globais de petróleo. Assim, conflitos na região podem interromper a produção e o transporte de petróleo, criando incertezas nos mercados e elevando os preços.

Assim, considerando sua posição, o local se torna uma importante fonte de produção de petróleo, com países como Arábia Saudita, Irã e Iraque desempenhando papéis significativos. Instabilidades como com Israel e Hamas geram alta nos preços.

Junto a isso, os investidores frequentemente buscam ativos considerados mais seguros em tempos de instabilidade geopolítica.

Nesse caso, o ouro é visto como um ativo de refúgio em momentos de incerteza, e seu preço tende a subir quando os investidores buscam proteção contra riscos.

De modo geral, o aumento nos preços do petróleo pode ter efeito cascata na economia global, afetando custos de produção e desencadeando inflação.

Isso, por sua vez, pode levar os investidores a buscar ativos como o ouro como proteção contra a desvalorização da moeda e outros riscos econômicos.

No mais, conflitos na região podem envolver atores internacionais e levar a medidas como sanções. Dessa forma, se países-chave, como o Irã, forem alvo de sanções, isso pode afetar a produção de petróleo e, por consequência, os preços.

Entenda o conflito entre Israel e Hamas

Via El País

O atual conflito entre Israel e Hamas é o mais letal em território israelense desde 2008 e representa o maior número de mortos na Palestina desde 2015.

Em Israel, o número de mortes desde sábado, quando o Hamas iniciou os ataques, é de aproximadamente 900.

Este total ultrapassa em três vezes a soma de todas as mortes em Israel entre 2008 e 2022, que foi de 929 ao longo de todo o ano de 2023.

Enquanto isso, na Palestina, registram-se cerca de 687 mortes desde sábado, quando Israel começou os ataques nos territórios palestinos. Ao considerar o ano inteiro de 2023, o total de mortos chega a 914, representando o maior número desde 2014.

Neste ano, conflitos entre Israel e grupos armados palestinos na Faixa de Gaza persistiram por 50 dias após o sequestro de adolescentes israelenses pelo Hamas.

Agora, além dos conflitos internos e número de mortos, o mercado internacional também se preocupa com o balanço monetário sem proporções.

 

Fonte: Exame

Imagens: Exame, El País

Sinal desconhecido é descoberto no cérebro humano

Previous article

Willy Wonka é um serial killer? Conheça a bizarra teoria dos fãs

Next article

Comments

Comments are closed.