Homem quebra a parede do quarto e encontra cidade escondida

POR Pietro Bottura    EM Curiosidades      26/08/14 às 21h51

Em 1963, na cidade de Nevsehir, Turquia, um homem derrubou uma parede de seu quarto. Encontrou, escondida, uma câmara misteriosa. Instigado, continuou cavando, até se deparar com um complexo sistema de túneis e quartos. O que esse homem havia acabado de encontrar era a parte central de uma citadela subterrânea chamada Derinkuyu, uma parte da Capadócia (que é assim:)

derinkuyu_vr_1

Acredita-se que a cidade tenha sido construído pelos frígios, na antiguidade, como uma forma de proteger seus governantes de ataques, entre os séculos VII e VIII. Apesar de não ser a maior e nem a mais antiga, Derinkuyu é a mais profunda dentre a dezena de cidades desse tipo que pode ser encontrada nos desertos e na cadeia de montanhas da área, expandindo-se 85 metros abaixo de sua cobertura, em 18 andares.

derinkuyu_thdh-13 derinkuyu_thdh-11

derinkuyu_thdh-10

derinkuyu_thdh-9 derinkuyu_thdh-14 Derinkuyu-city

 

E a história contida na cidade atravessa os séculos, já que não se sabe quem a construiu e diversos povos a habitaram, mudando-a e melhorando seus sistemas de ventilação, drenagem e saneamento. A cidade tem capacidade para habitar milhares de pessoas, e estima-se que até dez mil já tenham vivido nela num mesmo período.

underground_city derinkuyu4 derinkuyu_underground_structure

Já ocupada pelos bizantinos, de 330 a 1461, a cidade recebeu o nome de Malakopea. Também foi usada, na época do surgimento do Cristianismo, como rota de fuga por perseguidos por extremistas religiosos. O local conta com adegas de vinho, escolas, igrejas e até criadouros de animais, fora um cemitério. Isso significa que, em períodos de guerra ou problemas na superfícies, os negócios e a vida social continuavam as mesmas embaixo da terra.

 

Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+