7 atitudes que você não deve ter se quiser ficar rico

POR Pietro Bottura    EM Curiosidades      26/08/14 às 21h48

Todo mundo (ou quase todo mundo) queria ser rico. Ponto. Mas, como bem se sabe, querer não é poder, e só os poucos que realmente nasceram pra isso ou estão dispostos a batalhar muito vão conseguir olhar pra trás, no fim da vida, e pensar que deixaram um legado para trás.

O motivo para que seja uma minoria a conseguir esses feitos é a mente, que constantemente causa preguiça, tédio e apatia com o cansativo mundo profissional - e não é sem razão. Mas se você quer parar de perder tempo e ser uma pessoa "séria" e bem sucedida no campo econômico, aqui 7 dicas pra evitar os erros mais comuns de quem está sempre endividado e não sabe porque:

1) Fuja do conforto

gta-v-has-penises-marijuana-smoking-and-necrophilia-1100757

Se o que você busca é conforto e facilidade, melhor esquecer a ideia de ser rico. De acordo com especialistas, se você ficar rico e se aposentar cedo ou não tiver a disposição para se colocar em ambientes de desconforto, a probabilidade de se dar com como empreendedor é pequena.

2) Quantidade não é qualidade

????????????????????????????????????????

 

Muitos empresários tentam gerenciar vários tipos de negócios ao mesmo tempo, o que pode ser uma forma viável de multiplicar ganhos, mas também uma forma de perder tudo em efeito dominó. Foi o que aconteceu com Eike Batista, que tentou criar uma rede autosustentável de empresas e acabou perdendo praticamente todas após uma delas dar errado. Se quer ser bom em algo, deixe a diversificação para depois: o importante é ter uma área de especialização bem definida ao invés de sair atirando pra todo canto.

3) Evite apenas uma fonte de renda

banco-imobiliário-antigo

 

Não confundir com a diversificação do item 2), mas é necessário extrair dinheiro de mais de uma fonte. Isso não significa fazer duas ou mais coisas diferentes, e sim saber investir e guardar o dinheiro de forma rentável. Um bom exemplo é investir no mercado imobiliário,  comprando apartamentos, por exemplo, que servirão como um fundo de garantia a ser valorizado e uma renda fixa no caso do aluguel.

4) Não siga modelos

Jobs_fake2

Não adianta tentar seguir exemplos de grandes mestres do empreendimento, como Steve Jobs ou Donald Trump, pois cada um deles teve um contexto histórico, social e pessoal distinto. Usar outros como comparação pode trazer desmotivação ou arrogância; a saída é ter consciência das próprias capacidades e limitações e saber onde é possível chegar com elas.

5) Não se paute pela moda

gaga-08

A moda é apenas uma coisa de momento, passageira. E é claro que ela não deve ser ignorada e sim aproveitada, mas investir puramente nela traz consigo dinheiro volátil. É aquele clássico ditado, "o que vem fácil, vai fácil". Quer um exemplo? A Avestruz Master, que surgiu e sumiu do mapa com a mesma velocidade e levou consigo multidões de clientes lesados e empresários falidos.

6) Simpatia não é experiência

Barack_Obama_with_Benjamin_Netanyahu_in_the_Oval_Office_5-18-09_1

Saiba separar pessoal e profissional ao trabalhar em equipe, pois ao priorizar pessoas "legais" e simpáticas, muitas vezes você pode acabar colocando em risco a viabilidade do projeto escolhido. Fora os manipuladores, que usam da lábia e outras táticas pra fins diversos - e todos malignos.

7) Poupança não é eterna

credit-card-traps

Guardar dinheiro é pouco confiável, já que tendemos a inventar motivos de "emergência" para retirar o dinheiro a todo momento, seja por viagens, festas ou bens novos. Prefira investir em coisas que trarão dificuldade para o resgate de capital, como negócios, veículos, terrenos e propriedades, que, além disso, poderão valorizar com o tempo.

Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+