• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Isso é o que acontece quando implantam o cérebro de um ser vivo em um computador

POR Natália Pereira    EM Ciência e Tecnologia      05/03/18 às 13h48

O cérebro dos seres vivos é a parte mais complexa do nosso organismo. Desde bem antes do desenvolvimento da ciência, as pessoas tentam descobrir mais sobre o seu funcionamento. Apesar de ainda não termos as respostas para todas as indagações ao seu respeito, a solução de algumas delas fez com que criássemos a ilusão de conhecê-lo. É claro que já sabemos muito mais a seu respeito do que no passado mas, ainda assim, não estamos nem na metade do processo.

A mente é simplesmente incrível e, com o passar do tempo e com o desenvolvimento da tecnologia, surgiu o interesse de "misturar" as duas coisas. Filmes que retratam esse desejo não são uma novidade já a um bom tempo mas, recentemente, elas tem saído do plano da ficção. A um tempo atrás falamos sobre como um estudo tem proporcionado que o cérebro humano se conecte com a internet e agora algo novo também tem obtido sucesso. E o estudo é realmente interessante.

Desenvolvimento da ideia

Para conseguir sucesso naquilo que deseja é preciso começar com pequenos passos, e é exatamente isso que a ciência tem feito desde o seu surgimento. Ela, assim como nós, se desenvolve aos poucos e já conseguiu muito dessa forma. E esse caso não podia ser diferente. Muitos na área científica, e mesmo aqueles que não pertencem a ela, tem o anseio de transplantar a mente humana para um computador no futuro. E, felizmente ou não, esse sonho acaba de dar um passo importante na vida real. E é disso que iremos tratar.

Ser vivo tem cérebro copiado para um computador

 

O projeto que possibilitou esse enorme passo na ciência aconteceu na Universidade Técnica de Viena, na Áustria. E, por mais maluca que pareça toda essa história, ela obteve um resultado incrível. O projeto teve 3 passos principais. Primeiramente, os cientistas clonaram o sistema neural de um Caenorhabditis elegans. Em seguida, esse novo e clonado sistema foi colocado em um computador. E, por fim, ele foi implantado em um verme robótico. Todos os passos obtiveram sucesso.

O verme possuí um milímetro de comprimento e tem apenas 300 neurônios em sua rede neural. O verme robótico ao qual o sistema neural do Caenorhabditis elegans foi transplantado passou a se comportar normalmente, como o verdadeiro. Além disso ele ainda foi capaz de aprender algumas habilidades devido o uso de técnicas de psicologia comportamental.

Considerações

Apesar de ser uma espécie simples comparada ao ser humano, que tem 86 bilhões de neurônios no cérebro, o experimento foi capaz de comprovar a possibilidade de clonar o sistema neural de seres vivos e implantá-los em um computador. Isso abriu novas portas para a ciência nessa área e permitiu que os cientistas passem a entender melhor como isso funciona e como recriá-las. Talvez, daqui alguns bons anos, isso se expanda ao ponto de tornar o método possível em humanos.

O fato de essa ter se tornado uma possibilidade mais real com o recente estudo faz com que algumas questões sociais e éticas venham a tona. Afinal, isso cria uma ponte entre a vida e a tecnologia, deixando uma imensidão de possibilidades abertas para o futuro. Isso poderia significar o começo de todos aqueles filmes futurísticos? Do surgimento da "imortalidade humana"? O que isso se dará no futuro nós não sabemos, e tudo que podemos fazer nesse momento é esperar? O que acham que isso representa para a ciência e o futuro da humanidade?

Próxima Matéria
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+