As pessoas são fascinadas com o espaço e as coisas que tem nele. A lua é um dos corpos celestes mais pesquisados. Ela tem uma função importante para Terra. Ela influencia marés, movimenta os oceanos e é responsável pela vida nos mares. E mais, também faz com que a Terra mantenha seu eixo, sem titubear.

E esse nosso vizinho cósmico, e o único corpo do sistema solar que os humanos já pisaram, é bem conhecido. Sabemos que na lua praticamente não existe ar e que existe gelo de água, mas nenhuma água líquida.

Por mais que saibamos coisas a respeito da lua, novas descobertas sempre são feitas. Como por exemplo, a superfície da luz pode ser coberta por rochas que vieram de Vênus. Essa descoberta faz com que o estudo do nosso vizinho planetário fique mais fácil.

Teoria

Publicidade
continue a leitura

Os astrônomos de Yale teorizaram que há bilhões de anos asteroides e cometas que se chocaram com Vênus poderiam ter desalojado pedaços da superfície do planeta e os enviado através das estrelas.

Se isso realmente aconteceu, alguns desses meteoritos venusianos poderiam ter chagado na Terra ou na lua. Então, isso facilitaria o acesso a amostras de um planeta que, de acordo com descobertas recentes, pode ser onde a vida extraterrestre está se escondendo.

Publicidade
continue a leitura

Todo esse trabalho é bem especulativo e até mesmo os autores admitem isso. Entretanto, os dois astrônomos por trás dot rabalho sugerem que vale a pena sim ficar de olho. Visto que isso é uma possibilidade de conseguir material de Vênus sem precisar ir realmente até o planeta.

“A lua oferece uma proteção segura para essas rochas antigas. Qualquer coisa de Vênus que pousou na Terra provavelmente está enterrada muito fundo, devido à atividade geológica. Essas rochas seriam muito mais bem preservadas na lua", disse o co-autor do estudo Samuel Cabot.

Possibilidades

Publicidade
continue a leitura

Os pesquisadores contam com mais do que apenas a sorte e uma aleatoriedade. Eles dizem que a atração gravitacional da Terra e da lua é mais do que suficientes para atrair os meteoritos vindos de Vênus.

“Um antigo fragmento de Vênus conteria uma riqueza de informações. A história de Vênus está intimamente ligada a tópicos importantes na ciência planetária, incluindo o influxo passado de asteroides e cometas, histórias atmosféricas dos planetas internos e a abundância de água líquida", disse o co-autor Gregory Laughlin.

Publicado em: 13/10/20 22h00