Notícias

LUTO: Quem eram os pilotos do MotoGP que morreram após grave acidente

0

No domingo passado, dia 27, os pilotos Érico Veríssimo da Rocha, de 38 anos, e André Veríssimo Cardoso, de 42 anos, perderam a vida em decorrência de um trágico acidente durante uma prova do Moto1000GP, realizada no Autódromo Internacional de Cascavel, localizado no Paraná.

André era natural de São Paulo, enquanto Érico era natural de Pernambuco. Ambos possuíam uma carreira profissional como pilotos de motocicleta, acumulando aproximadamente 15 anos de experiência no esporte.

Apesar da coincidência nos sobrenomes, não havia nenhum parentesco entre os dois pilotos.

Acidente

Detalhes do incidente revelam que a colisão ocorreu no domingo à tarde, durante a primeira volta da corrida do Moto1000GP.

Nesse momento, um dos pilotos caiu em uma curva e, de maneira preocupante, André ficou de pé no meio da pista, cercado por outros pilotos que passavam em alta velocidade.

As imagens do acidente são impactantes, mostrando André levantando a mão no asfalto, em uma tentativa de alertar os colegas pilotos, porém, infelizmente, essa ação não foi suficiente para evitar a tragédia.

Alguns pilotos conseguiram desviar, contudo, Érico colidiu violentamente com André.

Os dois receberam atendimento no local imediatamente e foram encaminhados ao hospital, mas, infelizmente, não sobreviveram aos ferimentos.

Érico veio a falecer assim que deu entrada no hospital, enquanto André sucumbiu a seus ferimentos horas depois.

A confirmação dessas informações foi feita pela assessoria da entidade MotoGP. Eles estavam participando da 4ª Etapa do Moto1000GP, que acontecia no Autódromo Zilmar Beux.

Após esse triste acontecimento, a organização do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade anunciou o cancelamento de todas as atividades programadas para aquele domingo no Paraná.

Em um comunicado, a Moto1000GP declarou: “Após a divulgação oficial, o Moto1000GP cancela todas as atividades de pista referentes à quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Nossos pensamentos e orações estão com os pilotos, seus familiares, amigos e admiradores”, publicaram.

Moto1000GP

O Moto1000GP, também conhecido como Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, é uma competição de corrida de motocicletas de alto desempenho que voltou a acontecer no Brasil.

O nome “Moto1000GP” se refere a motocicletas de cilindrada 1000cc (1000GP), indicando a categoria principal da competição.

Esse campeonato busca proporcionar um ambiente competitivo para pilotos e equipes nacionais e internacionais que competiam com motos de grande potência.

Entre os anos de 2011 e 2015, o Campeonato Brasileiro de Moto 1000 GP ocupou a posição de destaque como a principal categoria de motocicletas no Brasil.

Em concorrência direta com a Superbike Brasil, essa competição surgiu no ano de 2011 e teve sua liderança conduzida desde seu início pelo renomado motociclista Alexandre Barros.

As marcas Honda, Suzuki, Kawasaki, Yamaha, BMW e Ducati estiveram representadas nessa categoria ao longo de sua realização.

O Moto1000GP foi organizado por Alexandre Barros, um conhecido piloto de motovelocidade brasileiro. Apesar de ter sido uma iniciativa importante para o esporte no Brasil, o campeonato não continuou após 2015, voltando apenas em 2023.

Agora, protagonizou o trágico acidente, levando a um novo cancelamento no seu calendário, mesmo com as vendas dos ingressos já acontecendo.

Via CNN

Acidente em alta velocidade

A principal teoria da morte dos dois participantes no Moto1000GP seria por conta da alta velocidade, que gerou uma ocorrência impossível de ser parada.

Em condições normais, a perda do controle é algo administrável em motos, especialmente quando são profissionais pilotando. Diversas vezes corridas internacionais mostram acidentes que não geram imprevistos fatais.

No entanto, nas pistas, a alta velocidade gerou um impacto de maior dano aos dois pilotos, sem conseguirem desviar ou frear a tempo.

Enquanto isso, as possibilidades do que gerou o incidente são diversas, desde elementos na pista, como uma pedra maior, até uma curva que aconteceu errado. No vídeo, o início do acidente acontece nessas condições.

Só que não existem indicações sobre outros elementos que teriam provocado a queda, como falha na motocicleta ou ocorrências por parte dos pilotos. É difícil traçar esse indicador, especialmente por conta da destruição gerada pela colisão.

Não existem outras informações divulgadas acerca do acontecimento até o momento. A comissão da Moto1000GP publicou comunicados de condolências e não divulgou outros pontos sobre as investigações.

Em respeito à família dos pilotos Érico e André, as imagens também foram restritas. Técnicos e especialistas podem voltar a analisar as possíveis causas no futuro, para evitar novas mortes no campeonato.

 

Fonte: CNN

Imagens: CNN

Os milagres da inteligência artificial na medicina

Artigo anterior

Barbie supera Harry Potter e se torna filme de maior bilheteria da história da Warner

Próximo artigo